quarta-feira, 8 de julho de 2009

RUY É APRESENTADO NO FLU



Fora as brincadeias com o tamanho da cabeça do lateral, ficou muito estranha a saída de Ruy do Olímpico. O jogador chegou a dizer que havia brigado com Autuori, fato depois desmentido, depois falaram que era pelo esquema ter mudado e ele não se adaptar ao 4-4-2 de Autuori.

Os verdadeiros fatos, acredito eu, jamais serão descobertos, mas é no mínimo intrigante a saída e pior, o anúncio da saída um dia antes da decisão em BH (primeira partida da semi-final da Libertadores com o cruzeiro). Será que o Ruy não é o único descontente com o novo técnico? Ou o único que teve coragem para sair?

Fica a dúvida.

8 comentários:

Alexandre Oliveira disse...

Sinceramente acredito que Ruy tenha sido dispensado por questão técnica somente. Não acredito em brigas com o Autuori, pelos menos por enquanto, o Autuori não me parece ter esse perfil.

Fernando Amoretti disse...

Foi embora o melhor da posição que tinha no Olímpico.

Alexandre Oliveira disse...

Eu acho que foi embora o ÚNICO da posição que tinha no olímpico.

Pedro Rafael Marques disse...

Que bom que foi embora.

Felipe Cunha disse...

Segundo informações de bastidores ele saiu no tapa com o Autori depois do jogo contra o Cruzerio em Minas, ainda dentro do onibus.

Vai saber...

Pedro Rafael Marques disse...

Isso não é verdade. O fato que me parece mais ponderável, é o fato do Ruy ter participado do time de 2007 do Cruzeiro, em que era treinado pelo Autuori. Sendo que naquele campeonato, o time liderou o Mineiro de ponta a ponta, mas na final tomou 5 gols do GALO e perdeu o Estadual. Os fatos da época, dão conta de que os jogadores cruzeirenses organizaram festinhas antes da decisão, pois não acreditavam em derrota. Autuori saiu do clube antes do segundo jogo decisivo, por não concordar com os "panos quentes" que a família Perrela colocou no caso. Para os dirigentes, é mais fácil entrar em confronto com uma pessoa, do que reprimir os "impulsos" dos mimados jogadores de futebol brasileiro.

Pedro Rafael Marques disse...

E o super craque Ruy, fez beicinho pela possibilidade de não ser titular no jogo do Mineirão. Quem manda é o treinador, jogador obedece e pronto.

Felipe Cunha disse...

Concordo com o Pedro e discordo com a direção gremista que não deveria nem ter contratado este jogador.