segunda-feira, 31 de maio de 2010

SÓ BARRIGADA!


Parece que desta vez o Internacional esta conseguindo guardar a 7 chaves o nome do futuro treinador colorado, são tantas as especulações divulgadas pela imprensa que chega a ser engraçado. A lista dos possíveis substitutos de Jorge Fossati já contam com pelo menos 11 candidatos, os jornalistas parecem esta desesperados atrás de alguma informação mais palpável já que até agora só vemos "barrigadas" de toda a imprensa esportiva.

Fernando Carvalho afirma que já tem o nome do profissional pretendido, o que atiçou ainda mais a reportagem de todos os veículos.

Até agora já ouvimos estes nomes:


E ai qual é sua aposta?

E era isso!

domingo, 30 de maio de 2010

VIU CÂNCER?


Foi somente colocar um simples 4-4-2, sem nenhuma invenção. Uma escalação totalmente previsível e racional, e o que aconteceu?

Inter 4 X 1 Atlético PR

Ai vão me dizer: - "Mas o Atlético PR é fraco"!

E eu respondo: - "O Vasco também era"!

Até nunca mais Fossati.

E era isso!

sábado, 29 de maio de 2010

SONHO OU IRRESPONSABILIDADE?


Depois da direção colorada demitir o pior treinador que já passou pelo clube nos últimos 20 ou 30 anos (pelo menos) e diante da entrevista coletiva de Fernando Carvalho no anuncio da demissão de Jorge Fossati, começou a se criar uma série de conjecturas sobre o futuro "treineiro" colorado.

E eu particularmente tenho algumas leituras por tudo que foi falado por Fernando Carvalho, vamos a elas:

Pelas palavras colocadas pelo ex-presidente já podemos eliminar alguns nomes que chegaram a ser ventilados pela imprensa. Os profissionais que estão desempregados como Cuca, Mário Sérgio e Tite são cartas fora do baralho. Nelsinho Batista não será contratado pela ojeriza que a torcida colorada tem por ele, além disso é ano de eleição e os dirigentes não dariam este tiro no pé. Por sua vez Paulo Roberto Falcão já foi descartado por estar a muito tempo fora da profissão. Outros nomes mais acessíveis também já podem ser colocados de lado já que se fosse para contratar alguém de menor expressão não seria necessário aguardar o recesso da Copa do Mundo.

Desta forma podemos concluir que o Internacional esta em busca de um grande nome, alguém que chegue com um pedigree de grande treinador, um profissional quase que inquestionável. E assim chego a três nomes: Abel Braga, Mano Menezes e Luiz Felipe Scolari. Não citei Muricy e Luxemburgo por que tanto um quanto outro estão recém começando seus trabalhos nos seus novos clubes, e não é perfil de nenhum deles sair tão rapidamente de um emprego.

Abel Braga é de casa, tem um relacionamento muito próximo com a diretoria e com o clube, mas sua situação contratual com Al-Jazira dificulta seu repatriamento. Já Mano Menezes não vive mais um casamento perfeito com o Corinthians e pelas informações que são veiculadas pela imprensa paulista ele já não se sente totalmente feliz trabalhando no Parque São Jorge, ou seja, seu nome não é totalmente descartado.

E por fim deixei para falar do antigo sonho vermelho e branco: Luiz Felipe Scolari, o Felipão. Fontes ligadas a sua família dão conta que o treinador nascido em Passo Fundo já teria acertado salários com o Internacional, ele receberia em torno de 720 mil reais para trabalhar no Beira Rio. Um salário astronômico se tratando do futebol brasileiro, algo inimaginável se tratando de futebol gaúcho, muitos dirão até que seria uma irresponsabilidade com as finanças do clube pagar um valor tão alto para um profissional.

Porém eu garanto que o Felipão "se paga", somente sua contratação traria uns 30 mil sócios a mais para o Inter, além das ações de marketing que podem ser feitas relacionadas a sua imagem. E mesmo que nada disso aconteça Felipão "se paga" por sua competência, pelo títulos que ele pode trazer ao Internacional.

Irresponsabilidade é pagar mais de 200 mil reais para jogadores como Edu, Kleber Pereira, Fabiano Eller, Índio, ou pagar 150 mil reais para o Clemer ser preparador de goleiros. Isso sim é irresponsabilidade!

O Inter esta a 4 jogos de se sagrar BI-CAMPEÃO DA AMÉRICA, então o momento é de investir, é a hora da grande cartada! O Boca Juniors em 2007 pagou uma fábula para ter Riquelme, e quem foi campeão da América daquele ano? Pois é.

Quer dizer então que trazer o Felipão é sinônimo de título na Libertadores? Não, não é. Mas é muito mais fácil ser campeão de uma competição tão importante com Scolari do que com qualquer outro treinador. Além disso caso o Inter seja desclassificado pelo São Paulo nas "semis" ou perca uma possível final, alguém terá a audácia em dizer que trazer Felipão foi um erro?

Dúvido!

E era isso!

EMPATE COM SABOR DE DERROTA

Num jogo em que tinha tudo para vencer, o GRÊMIO acabou empatando com o time do Flamengo no Maracanã.

Antes de dissecar a partida de hoje à noite, vou relatar sobre o jogo de quarta-feira, pois só pude assistí-lo hoje, por motivos profissionais. Bem, o placar foi maior que o resultado, pois o GRÊMIO contou com os erros gritantes de marcação do meio e da defesa avaiana. O gol saiu cedo, e isso ajudou para que o Tricolor encontrasse espaços, porém o Avaí foi de uma desatenção gigantesca no início da partida. O jogo foi decidido em menos de 30 minutos. Já na segunda etapa, o jogo foi sofrível e a arbitragem sonegou um pênalti ao Avaí. O terceiro gol foi consequência de uma boa atuação individual do volante/meia, Fábio Rochemback que evoluiu demais sob o comando de Silas.

Agora vou falar sobre o jogo do Maracanã. O início de partida do GRÊMIO repetiu a maioria dos jogos de 2010. A equipe começa mal e se ajusta no decorrer do jogo, principalmente na segunda etapa. O GRÊMIO saiu em desvantagem com mais um gol de cabeça, algo que está virando rotina para a defesa gremista. Após esse gol, a equipe começou a dominar as ações no setor principal do jogo, ou seja, o meio-campo. Adílson e especialmente o Rochemback, tomaram o jogo pra si, liberando o Hugo para a articulação e a passagem dos laterais ao ataque. Mas como dissera em um post anterior, a dependência do Jonas faz com que o GRÊMIO chegue ao ataque e a bola volta, pois hoje ele não foi tão bem como em outros jogos e a sua parceria é nula. O roteiro não tinha como ser diferente, o gol teria que ser de bola parada. E, numa cobrança magistral de escanteio por Fábio Rochemback, o zagueiro Rodrigo, subiu sozinho e colocou a bola no fundo das redes. Depois de empatar, surgiram oportunidades para que o Tricolor virasse o resultado, porém esbarrou na falta de qualidade na hora de concluir dos seus jogadores. Para não dizer, que o Flamengo não teve chance de gol na segunda etapa, o único destaque da equipe carioca, Petkhovic, fez um lançamento cinematográfico para o atacante Wagner Love, e que não obteve sucesso por uma defesa do goleiro Victor. E foi só.

Lamento pela perda de dois pontos...

sexta-feira, 28 de maio de 2010

GIGANTE GUERREIRO!

video

Homenagem ao goleiro mais importante da história do Sport Club Internacional.

CLEMER ETERNO!

E era isso!

A MODA É O BOLÃO



Bom gurizada, negócio é o seguinte: seguindo as tendências da moda e acredito que o DeRevesgueio não pode estar fora dela, eu resolvi criar no Bolão Vip, um bolão para a Copa do Mundo da África do Sul.

Acessem o endereço abaixo e já façam seus palpites. Faltam 13 dias pra Copa.


Saudações...e bons palpites.

PARA A ALEGRIA GERAL...


Para a felicidade da torcida colorada, pelo menos a maioria dela, o treinador uruguaio Jorge Fossati foi demitido no final da tarde de hoje. O treino marcado para às 18h não ocorreu, pois o Inter dispensou os trabalhos do ex-treinador colorado.

Agora restam mais três partidas para cumprir, antes da parada do Brasileirão para a Copa do Mundo. E acredito que, neste período o Internacional vá a procura de um grande treinador, coisa que Fossati nunca foi e creio que nunca será.

A opção que o mesmo faz de recuar o seu time, proporcionando campo ao adversário, diferentemente do que pensa o meu colega de blog, Felipe Cunha, é suicida e não assassina. O Inter tem capacidade técnica para dominar as ações dentro de campo, porém com esse técnico ocorria o contrário.

No discurso que foi emitido por Fernando Carvalho, dava para notar que as coisas mudariam na equipe colorada. Mas o que acho estranho, são os discursos de torcedor que o presidente transmite, dizendo que as coisas estavam bem e tentando menosprezar a vitória vascaína. Claro que a arbitragem também passou pelo pronunciamento ridículo do senhor Vitório Piffero.

Os nomes veiculados pela imprensa, são esses: Cuca, Falcão, Luiz Felipe e Nelsinho Baptista.

Façam as suas apostas!

PS: Sem sombra de dúvida, preferia que fosse o Luiz Felipe Scolari, um treinador vencedor e capaz de dar uma chacoalhada no grupo. Esse faria até o Alecsandro ir para a Seleção.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

SERIAL KILLER


Quem acompanha o blog vai lembrar que na segunda rodada na VITÓRIA do Inter sobre o Goiás, eu me referi ao Jorge Fossati como "O assassino".

Depois de quatro rodadas e da última derrota colorada diante ao fraquíssimo Vasco da Gama este cidadão deixa o título de "assassino" para receber uma promoção a "Serial Killer", um assassino em série.

Fossati é sem sombra de dúvidas O PIOR TREINADOR que eu já vi no Internacional, e olha que eu já algumas figurinhas inesquecíveis, como: Zé Mario, Walmir Louruz, Lori Sandri, Ivo Wortmann, Pedro Rocha, Procópio Cardoso, Alexandre Gallo, entre outros. Porém todos estes ou quase todos, tiveram equipes "pornográficas" nas mãos, tiveram times muito ruins.

Nenhum deles, a exceção do Gallo, tiveram um grupo de jogadores parecido com este que Jorge Fossati tem nas mãos. Este cidadão, este senhor de idade, é um "pederasta", um "nefasto", um "abobado"! Em quatro rodadas ele liquidou as chances de título do Internacional no campeonato Brasileiro, três derrotas em quatro jogos é ridículo!

Nos 4 jogos ele assassinou o Inter, até na vitória diante do Goiás ele patifou o time. Se não fosse o Walter estar iluminado naquela partida, hoje o Internacional teria ZERO pontos no campeonato brasileiro! ZEROOOO!

FORA FOSSATI!
TE MANDA!
SOME!
LARGA!
VAZAAAA!!!!!!!!!!!!

E era isso!

quarta-feira, 26 de maio de 2010

AS SELEÇÕES DOS MAIORES CLUBES DO BRASIL - PARTE II


Seguindo a idéia do Pedro (colega do blog), estou postando as minhas seleções dos grandes clubes brasileiros. Na verdade eu já tinha feito as minhas seleções no ano passado antes mesmo de ter o blog, e depois da criação do "De revesgueio" acabei não postando.

Eu ia colocar as minhas seleções nos comentários do post do Pedro, mas como eu tinha elas em uma planilha excel preferi fazer um print das equipes selecionadas e postar como imagem.

Bela iniciativa Pedro!

Notei que fundamentalmente as diferenças entre as minhas seleções e as do Pedro é a nossa idade (hehehe), como o Pedro é um "pouquinho" mais velho ele teve o prazer de acompanhar mais de perto grandes jogadores como Renato, Zico, Adílio, Sócrates, etc. Mas para montar minhas equipes segui a mesma linha do Pedro, coloquei apenas jogadores que eu vi jogar.

Lá vai:




E era isso!

AS SELEÇÕES DOS MAIORES CLUBES DO BRASIL

Polêmicas à vista, relato os melhores jogadores em cada posição, é óbvio, nos maiores clubes do Brasil. E cito apenas os que vi jogar. Que as discussões comecem:

GRÊMIO

Danrlei
Arce
Adílson
De Léon
Roger
Dinho
Goiano
Valdo
Ronaldinho
RENATO
Jardel

Inter

Taffarel
Winck
Lúcio
Gamarra
Jorge Wagner
Guiñazu
Tinga
Alex
Fernandão
Nilmar
Sóbis

São Paulo

Rogério Ceni
Cafu
Ricardo Rocha
Válber
Serginho
Pintado
Cerezzo
Pita
Raí
Muller
Careca

Corinthians

Dida
Giba
Marcelo
Gamarra
Vladimir
Vampeta
Rincón
Sócrates
Marcelinho
Tevez
Luizão

Palmeiras

Marcos
Arce
Antônio Carlos
Roque Jr
Roberto Carlos
César Sampaio
Rincón
Djalminha
Alex
Edmundo
Evair

Santos

Rodolfo Rodrigues
Anderson Lima
Alex
Narciso
Kléber
Renato
Zé Roberto
Giovanni
Pita
Robinho
Serginho Chulapa

Flamengo

Gilmar
Leandro
Mozer
Aldair
Leonardo
Andrade
Júnior
Adílio
ZICO
Bebeto
Romário

Vasco

Carlos Germano
Jorginho
Ricardo Rocha
Mauro Galvão
Felipe
Zé do Carmo
Mazinho
Juninho Paulista
Juninho Pernambucano
Edmundo
Roberto Dinamite

Fluminense

Paulo Vítor
Gabriel
Edinho
Thiago Silva
Branco
Jandir
Marcão
Romerito
Conca
RENATO
Washington (o do casal 20)

Botafogo

Wágner
Odemílson
Wilson Gottardo
Gonçalves
César Prates
Leandro Ávila
Alemão
Beto
Sérgio Manoel
Donizete
Túlio

Cruzeiro

Dida
Vitor
Cris
Luizão
Sorín
Ricardinho
Ramires
Geovanni
Alex
Fred
Ronaldo

Atlético/MG

João Leite
Beletti
Cláudio Caçapa
Luizinho
Paulo Roberto
Gilberto Silva
Moacir
Paulo Isidoro
Marques
Éder
Guilherme

terça-feira, 25 de maio de 2010

60% PARA OS GRINGOS



Como ao torcedor não custa sonhar, eu não sou diferente e estou sonhando com meu colorado campeão da Libertadores e Mundial Fifa novamente.
Fiz um pequeno levantamento que segue, em relação ao Mundial de clubes dos últimos 10 anos e contastatei que para tristeza sulamericana, os europeus levaram a melhor 60% das vezes, nos confrontos intercontinentais de 2000 a 2004. E na Copa do Mundo de Clubes de 2005 a 2009.

Libertadores 2000 - Boca
Champions 2000 - Real Madrid
Campeão - Boca

Libertadores 2001 - Boca
Champions 2001 - Bayern munich
Campeão - Bayern

Libertadores 2002 - Olimpia
Champions 2002 - Real Madrid
Campeão - Real

Libertadores 2003 - Boca
Champions 2003 - Milan
Campeão - Boca

Libertadores 2004 - Once Caldas
Champions 2004 - Porto
Campeão - Porto

Libertadores 2005 - São Paulo
Champions 2005 - Liverpool
Campeão - São Paulo

Libertadores 2006 - Inter
Champions - Barcelona
Campeão - Inter

Libertadores 2007 - Boca
Champions 2007 - Milan
Campeão - Milan

Libertadores 2008 - LDU
Champions 2008 - Manchester United
Campeão - Manchester United

Libertadores 2009 - Estudiantes
Champions 2009 - Barcelona
Campeão - Barcelona

E mais uma vez sonhando vou colocar aqui o resultado de 2010:
Libertadores 2010 - Inter
Champions 2007 - Inter Milão
Campeão - Inter

O que quero dizer com este post é que apesar de estarem em vantagem, os times europeus não são aquele bicho-papão que se pinta por aqui. Ano passado o Estudiantes perdeu o título no detalhe, no físico. O Barcelona teve de parir uma bigorna para vencer o time argentino que exerceu uma pressão razoável sobre o time catalão.
Quanto a Libertadores deste ano e o possível Mundial, tudo está se encaminhando.
Vejam:
Em 2005, o Inter foi vice-campeão brasileiro. Em 2009, também.
Em 2006, o Grêmio foi campeão gaúcho sobre o Inter. Em 2010, também.
Em 2006, Abel era contestado, pelo esquema, pelas peças que coloca em campo. Em 2010, isso é claro com Fossati.
Em 2006, tivemos um Grenal entre uma semifinal e outra. Em 2010, também teremos.

Tudo está conspirando. Já provamos mais de uma vez que o Estudiantes é nosso filho. Já provamos em 2006 que em Libertadores, o São Paulo é nosso filho. Já provamos em Dubai que o Internazionale de Milão é nosso filho. Então pensei:

Falando em Libertadores: ano passado o Grêmio foi eliminado pelo Cruzeiro que foi eliminado pelo Estudiantes. Seguindo a linha de raciocínio, o Estudiantes é pai do Cruzeiro e avô do Grêmio.

ATENÇÃO GRÊMIO...O INTER É TEU BISAVÔ.
Rumo ao Bi da América e do Mundo.

Saudações...

segunda-feira, 24 de maio de 2010

ALERTA VERMELHO!


Um dia após a derrota diante do São Paulo, faço uma leitura positiva para o Internacional pelo revés acontecido.

Se o Inter tivesse ganho do São Paulo, poderia e provavelmente haveria uma ilusão de que a equipe estaria pronta para os enfrentamentos pela Libertadores, o que seria um erro gigantesco. E agora esta "ilusão" pode estar no lado paulista, depois de vencer principalmente taticamente o jogo, o time de Fernandão pode criar um clima de "já ganhou" para os jogos contra o Inter que serão disputados pós Copa do Mundo. E se isso acontecer o Inter já entrará em campo com uma bela vantagem.

Claro que perder nunca é bom, mas os aprendizados acontecem nas derrotas e não nas vitórias. Esta derrota em casa servirá para ligar o sinal de alerta no Beira Rio, literalmente um alerta vermelho! Ficou escancarado que o time colorado precisa crescer muito para eliminar o São Paulo daqui a 60 dias, necessita de mais qualidade e principalmente precisa de um crescimento como equipe de futebol.

Espero que os homens que tem o poder de decisão dentro do Internacional tenham esta mesma leitura e tomem providências o quanto antes.

E era isso!

MAIS UMA DERROTA


Assisti ao jogo do Grêmio na manhã desse domingo, no famoso canal PFC, e posso lhes afirmar que o resultado não foi condizente com a produção que as equipes apresentaram na despedida do Parque Antartica.

É lamentável a falta de parceria que o atacante Jonas tem. Ele precisa resolver quase tudo sozinho, pois se tocar para o lado a jogada se torna nula. Sintetizando tudo o que aconteceu, posso dizer que o GRÊMIO perdeu algo em torno de 6 oportunidades claras de vencer a partida. E pasmem, o Palmeiras teve apenas 4 chances de concluir ao gol e obteve sucesso em todas. O GRÊMIO avançava com toque de bola, dribles e cruzamentos. Porém, na hora da finalização pecava no toque final.

Outro parágrafo que relata a partida foi a péssima arbitragem de Paulo Henrique Bezerra. Sonegou um pênalti claro para o GRÊMIO e outro para o Palmeiras. O seu auxiliar endossou um gol irregular para o Palmeiras na primeira etapa, em mais um dos momentos em que o GRÊMIO dominava a partida. Porém, afirmo com todas as letras, a zaga do GRÊMIO foi a responsável pela derrota. É inadmissível que um time leve 12 gols nas últimas quatro partidas. E esse elenco palmeirense é de chorar, precisa reformular drasticamente para não ser um dos postulantes ao rebaixamento.

Victor volte a fazer milagres, pois ando com saudade...

domingo, 23 de maio de 2010

QUEM É MAIS COPEIRO?


Em resposta a postagem do Fernando, ao qual o Felipe lembrou de mim! Também com intuito de afogar minhas magoas, e de ter esperança de um grêmio copeiro novamente. Segue a replica.

GRÊMIO

Libertadores
12 Participações
4 Finais
2 Títulos conquistados

COPA DO BRASIL
7 Finais
4 títulos conquistados sendo 3 INVICTO


Internacional

Libertadores
7 Participações
2 Finais
1 Título conquistado

COPA DO BRASIL
2 Finais
1 título conquistado

Muitos comparam o Inter com o Once Caldas brasileiro sem tradição na América.

Resumo: GRÊMIO REI DE COPAS, O MAIS COPERO DO RS

Inter: Pouca tradição em copas, conhecido como zebra

OBS : Nao citei a copa sul américa porque e uma copa pequena. Já neste ano ela ganha importância pois vale vaga na libertadores.

Realmente o inter manda no RS.
Mas no mundo e na américa o mais lembrado e copeiro e o Grêmio.

(Acredito que contra números não há muito o que contestar, mas desde já o post fica aberto a comentários, reclamações e choradeiras, já que aqui no sul desde que o mundo e mundo inter regional! e o Gremio Foot-Ball Porto Alegrense é copeiro das américas)

HORA DE MUDAR!


O Inter perdeu para o São Paulo no Beira-Rio, uma derrota que pode ser creditada na conta do treinador Jorge Fossati, sim ele tem 99,9% de culpa, o restantes pode ser dividido entre os jogadores. Devido as suas escolhas estúpidas e sua falta de habilidade para fazer a equipe colorada jogar, o São Paulo precisou de apenas dois lances para matar o jogo.

Sim, o Inter esta nas semi-finais da Libertadores com Fossati, mas o fato do Internacional já estar entre os 4 da América não passa nem de perto pela obra do treinador. O time chegou nesta fase graças ao empenho dos jogadores, uma equipe que é muito mal treinada, mas que é muito batalhadora, aguerrida.

Que falta qualidade ao setor ofensivo é óbvio, mas mesmo com estes jogadores o Internacional deveria ser mais agressivo, mais perigoso. Já falei outras vezes que é muito fácil marcar o time colorado, e o São Paulo provou isso hoje a tarde dentro do Gigante da Beira-Rio. E toda esta inoperância colorada é sim culpa de Jorge Fossati, mais ninguém! Com o grupo de jogadores que possui o Internacional, o time deveria estar jogando muito mais, mas entrando em campo a cada jogo com um esquema diferente é complicado criar uma maneira eficiente de se jogar.

Estamos a dois meses da grande decisão diante deste mesmo São Paulo pela semi-final da Libertadoes, uma equipe de muita qualidade. E esta mais do que provado que para o Inter avançar para as finais da maior competição continental é necessário mudanças, e a primeira mudança que deve ser feita é no comando do time. Precisamos de um treinador mais capacitado, que jogue de maneira mais agressiva, caso contrário o São Paulo vai engolir o Inter nos dois jogos sem maiores dificuldades.

FORA FOSSATI!

E era isso!

PLACAR MENTIROSO



O camarada que está escutando no rádio ou vendo na tv o resultado de 2 x 0 para o São Paulo no Beira-Rio, está olhando para um placar mentiroso em relação ao que realmente foi a partida.
Novamente o Inter entrou apático por única e exclusiva burrice de seu técnico. Fossati, se permanecer não pode mais nem cogitar jogar com três zagueiros. É brutal a diferença do Inter no 3-5-2 e o time no 4-4-2 com as entradas de Andrezinho, D'Alessandro, Giuliano e hoje me surpreendeu bastante o atacante Everton que fez mais na partida do que Alecsandro vem fazendo há pelos menos 5 jogos.

O Inter tomou dois gols cagados, com o perdão da expressão. O São Paulo em momento algum ameaçou com algum tipo de pressão e quando o Inter foi para 4-4-2 então, o São Paulo não atacou uma vez sequer.

Sabe-se que o esquema que os jogadores rendem mais é no 4-4-2, então mantenha-se assim, inclusive a reposição de peças no banco de reservas favorece o esquema.

Não sei se estou muito equivocado mas o São Paulo não é o bicho-papão e as semi-finais da Libertadores serão muito fáceis que as quartas. Volto a repetir, no 4-4-2 o Inter é mais time que o São Paulo.

O jogo de hoje serviu, pelo menos para este mero torcedor, para passar um sentimento de alívio em relação a conquista da América. O São Paulo não é de nada e o Inter vai pisar na camisa do São Paulo, o Inter rasgar a camisa do São Paulo, porque o Inter é deeemaaaaiiiiisssss !!!!

Obs: O menino de Erechim vem aí....

Saudações...

quinta-feira, 20 de maio de 2010

A ESTRELA DO URUGUAIO


Em primeiro lugar como colorado estou extremamente feliz e emocionado pela classificação para as semi-final da Libertadores, desclassificar o Estudiantes de La Plata dentro da casa deles é para poucos.

Para alguns colorados mais emocionados e que analisam a atuação do Inter apenas com o "coração", podem dizer que o Internacional foi cirurgíco, que o Inter matou a classificação na hora certa. Tenho certeza que muitos pensam assim, eu não.

Fossati é um treinador que não sabe fazer uma equipe atacar, o Inter não tem mecânica para chegar a frente, o Inter chuta muito pouco no gol, não sabe envolver o adversário. Mas este mesmo Fossati que é um baú de defeitos, tem uma carcterística que raros treinadores de futebol tem: ESTRELA!

As coisas "acontecem" para Jorge Fossati, até agora o Inter não encheu os olhos de ninguém na Libertadores. E mesmo assim o Internacional já esta entre os 4 melhores da América em 2010.

Continuo não acreditando no título, mas como já falei antes:
EU TENHO DIREITO DE SONHAR! E EU SONHO EM SER BI DA AMÉRICA!

E antes de terminar quero dizer uma última coisa: FORA FOSSATI!

Hehehe!

E era isso!

SEMPRE FALTA UM DETALHE...


Impressionante como o GRÊMIO e o Inter, perdem possibilidades de serem os maiores clubes do Brasil, no que tange ao número de conquistas. Vejam o caso do GRÊMIO: chegou na final da Libertadores 2007, liderou o Brasileirão por mais de 20 rodadas em 2008 e tornou-se semifinalista da Copa do Brasil nesse ano. Em todas as competições que chegou, faltou um detalhe importantíssimo, as peças de reposição. O time titular de 2010 é qualificado, porém os seus reservas imediatos deixam muito a desejar. Quando um time tem como solução dos seus problemas o atacante William e o Bérgson como opções para resolver um placar adverso, denota-se o despreparo dos seus dirigentes para grandes conquistas.

Aí, passamos para o outro lado. Teve dois vices em 2009, o primeiro pela falta de reposição para um craque como o Nilmar na partida de ida da final da Copa do Brasil, e o Brasileirão pela irregularidade da equipe em jogos decisivos Todavia, não possui dificuldades financeiras e tem um grupo qualificado, mas vacila na escolha dos seus treinadores, e isso é incontestável. A lista recente não deixa dúvidas sobre isso. Tite é mediano, Mário Sérgio foi para apagar incêndio e Fossati não é o "cara" para dirigir um grande time brasileiro. Uma diretoria que é vencedora, porém parece que perdeu o rumo. Na minha opinião, falta ambição e esse detalhe é importante.

DEU A LÓGICA NA VILA. E EM QUILMES COMO SERÁ?


O Santos era favorito antes do confronto diante do Grêmio, continuou favorito após a primeira partida e confirmou o favoritismo na Vila Belmiro. Uma leitura simples e verdadeira.

Especificamente no jogo da Vila, venceu quem quis vencer. Dorival Jr. mostrou que tem "cabelo no peito", mesmo estando na frente do placar continuou mandando a equipe para o ataque colocando jogadores ofensivos nas substituições.

Já o bom treinador Silas, foi conservador demais. Mexeu na equipe quando já perdia por 2 a 0, e ai já era tarde demais.

O Santos foi melhor no conjunto da obra, é a melhor equipe brasileira da atualidade. Paulo Henrique Ganso é craque, joga demais. Neymar ainda tem que confirmar seu futebol, mesmo tendo muita qualidade é irregular. E Robinho por mais que eu tenha sérias restrições a ele quanto sua participação na seleção, é inegável que ele vem liderando a "meninada" santista com muita qualidade.

Mais uma vez a "imortalidade" deixou o Grêmio na mão...



Como não terei tempo de escrever amanhã antes da partida do Internacional diante do Estudiantes, vou dar meu pitaco agora.

Tenho uma certeza para este jogo: O Estudiantes fará pelo menos um gol. E por isso a necessidade do Internacional em marcar pelo menos um tento na Argentina. Esta certeza vem devido as condições de jogo, campo pequeno, pressão e a qualidade da equipe do Estudiantes, dificilmente os argentinos sairão do jogo sem deixar uma marca nas redes coloradas.

Porém pelo menos se o jogadores colorados guardarem pelo menos uma bola lá dentro da "casinha" do goleiro Orion, a vaga estará muito bem encaminhada, até por que o Estudiantes não tem um grande ataque e terá dificuldades em fazer mais de um gol.

Entrar no 3-6-1 apenas com Alecsandro no ataque é praticamente um suicídio, tenho esperanças que Fossati mude de idéia e coloque a equipe um pouco mais a frente.

Agora é torcer e rezar, seja o que Deus quiser.

Palpite: 2 a 2.

E era isso!