terça-feira, 28 de dezembro de 2010

PROJEÇÕES 2011 E FELIZ ANO NOVO!


Um novo ano vem chegando, e junto com 2011 uma série de dúvidas e incertezas estão tirando o sono de muitos torcedores do futebol brasileiro. Entre sonhos e esperanças as torcidas aguardam um ano de vitórias para o seus clubes de coração.

Dentro desta ansiedade se encontram colorados e gremistas, e o que será que os torcedores gaúchos podem esperar de Inter e Grêmio?

O Grêmio vem forte para a próxima temporada, a torcida esta eufórica e não é para menos, afinal de contas Ronaldinho deverá ser o grande reforço para a Libertadores. Mas mesmo que o craque não volte para o Olímpico não tenho dúvidas que o tricolor virá com muita força para a principal competição que irá disputar em 2011: A Libertadores.


A equipe de Renato esta pronta. Com mais duas ou três contratações pontuais o Grêmio formará um grande time para brigar pelo o TRI da América. Quem tem Victor, Gabriel, Mario Fernandes, Rochemback, Douglas, Jonas e Borges já pode ter automaticamente confiança de que o time pode chegar em condições iguais a qualquer outro candidato a título.


Já o Internacional é para mim um mistério, esta longe de ter um time fraco. Pelo contrário, o time é forte e precisa como o Grêmio de reforços pontuais. O problema é o trauma sofrido no Mundial de Clubes, caso o clube supere rápido a desclassificação prematura diante do Mazembe, não tenho dúvidas que o colorado entra forte na Libertadores 2011 para defender o título e brigar também pelo TRI campeonato.

Achei que a permanência de Celso Roth foi uma decisão acertada, até por que não existe no mercado bons nomes disponíveis. E o Roth no conjunto da obra é um bom treinador de futebol, desde que tenha qualidade em suas mãos, como qualquer outro técnico.E como todo colorado estou na espectativa de grandes contratações, o grupo precisa de oxigenação, necessita de novas lideranças técnicas, principalmente no comando do ataque. Luis Fabiano é sonho, mas quem sabe...

Feliz ano novo para todos e até 2011!

E era isso!

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

CUIDADO COM RICARDÃO


Não é de hoje que vejo torcedores com discursos fervorosos de amor ao seu clube, um amor incondicional, uma paixão acima de qualquer suspeita. A dias atrás Ronaldo após perder o título do Campeonato Brasileiro até colocou uma camiseta "homenageando" os corinthianos que dizia: "Não vivemos de títulos, vivemos de Corinthians".

Assim também agem torcedores de outros times, alguns vem tomando pancada a uma década e seguem com o discurso de que grandes títulos são secundários, o que vale é o "amor incondicional" ao clube.

Isso é comovente, mas é tão comovente quanto mentiroso!

É que nem a história do corno: O cara é apaixonado por uma mulher, faz de tudo por ela, e ela em agradecimento a todo o amor que recebe coloca chifres sobre chifres no meio da testa do coitado.

Exatamente isso que fazem os clubes que a anos não ganham nada em relação a suas torcidas. É uma guampa em cima da outra.

Sejamos realistas, a única maneira que um clube de futebol pode e deve retribuir seu amor ao torcedor é com TÍTULOS, é com TAÇA! O resto é balela! Conversa para boi dormir!

E é por essas e por outras que os colorados devem se sentir amados, mas muito amados mesmo.

Perdemos de maneira vexatória o Mundial, sim é verdade. Mas a 4 meses atrás o Internacional deu como prova de amor ao seu torcedor o BI da Libertadores da América, como também já nos deu nas últimas temporadas um Mundial, outra Libertadores, uma Sulamericana, uma Recopa, etc. Há! E fora o balaio de vitória em grenais.

Então gostaria de sinalizar a todos os torcedores de clubes que não são campeões de nada a 10 anos ou mais: Aproveitem quando aquele rival acostumado a conquistas passar por uma grande derrota, se deliciem, não percam a piada. Mas cuidado, enquanto vocês estão com a flauta na boca, o 'Ricardão' esta entrando por alguma de suas janelas...

Aprendam de uma vez por todas que perder faz parte, é do jogo. Perder sempre não! E lembrem-se da história do corno, que acabei de contar. Cuidado com o "Ricardão".

Enfim...

Obrigado Internacional! Até seus fracassos são acompanhados por glórias.

E aproveito para lembrar ao querido Antonio Vicente Martins, novo vice-presidente de futebol do Grêmio que para fazer fiasco no Mundial é preciso ser campeão da LIBERTADORES DA AMÉRICA, só isso, nada a mais. Simples assim.

Já para ser rebaixado DUAS VEZES PARA A SEGUNDA DIVISÃO, o que precisa?

Pergunte a um gremista ao seu lado...Ele deve saber. Há! Se ele não souber, o "Ricardão" sabe.

E era isso!

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

O SENTIMENTO, O PORQUE E O FUTURO.


Sentimento...

Dor.

Esta é a palavra que resume o que sinto após o maior derrota da história do Sport Club Internacional.

A corneta do adversário faz parte, desde que seja com hombridade e respeito. Serei muito sincero, a dor pela derrota para o Mazembe é muito, mas muito maior mesmo do que apenas aguentar as piadinhas dos gremistas. A flauta faz parte da rivalidade, é saudável e não pode morrer jamais. Além do mais nos últimos anos neste quesito os colorados vem dando de relho no povo da azenha. Porém infelizmente temos que admitir, a festa é azul...

O fato é que a frustração de perder um Mundial, nossa...É indescritível.

Ninguém. Literalmente ninguém, é ensinado ou esta preparado para perder. Por mais que tenhamos a grandeza de reconhecer o mérito adversário, o ser humano jamais esta pronto para a derrota. Podemos até ameniza-la, mas a marca do fracasso é sempre profunda.

A ferida esta aberta e sangrando muito. Com o tempo ela irá se transformar apenas em uma cicatriz, até lá...Bom até lá, teremos que de uma maneira ou de outra suporta-la.

Por que perdemos?

Primeiramente podemos dizer que perder da maneira que foi é inexplicável. Mas mesmo sendo algo de difícil compreensão, eu enquanto torcedor apaixonado tento ter discernimento para buscar respostas. Algumas hipóteses foram levantadas após o vexame colorado...Salto alto? NÃO! Falta de raça? NÃO!

Falta de qualidade? TALVEZ...

Dentre diversos dos possíveis motivos do por que do ocorrido, particularmente aponto com maior ênfase para dois:

1º) O Inter não soube lidar DENTRO DE CAMPO com seu favoritismo. E que não se confunda isso com salto alto, são coisas diferentes. O próprio Inter fez do Mazembe um monstro maior do que realmente era. Talvez se tivessem tratado os africanos como apenas mais um adversário a vitória teria vindo com naturalidade. O colorado respeitou demais e apesar da posse de bola, não se impôs ao time do Congo.

2º) Em relação a possível falta de qualidade...

A equipe voltou a apresentar os mesmos problemas do restante do ano, ou melhor, o mesmo problema: Falta de contundência! É um time que da gosto de ver jogar, muitos toques, triangulações, tabelas, movimentação...Tudo perfeito! Mas quem chuta ora bolas!??!!??! Quem tem a qualidade de ir para dentro do adversário? Quem tem a capacidade de tirar um coelho, ou melhor, um gol da cartola?

Fora Rafael Sóbis que tem uma boa conclusão, qual outro jogador do Internacional tem como característica dar grandes disparos? A resposta é simples: Ninguém.

Futuro.

Estamos vivenciando um momento histórico para o clube, trágico, mas histórico. Não será nada fácil conviver com esse trauma, será complicado para o torcedor suplantar esta frustração tão grandiosa.

Mas a vida continua. O Inter continua. Logo ali adiante teremos Libertadores, Recopa, Campeonato Brasileiro e quem sabe lá em dezembro de 2011 outro Mundial?

Não exijo do Inter que vença todas estas competições, mas exijo que ele "chegue" em todas! O Internacional não pode perder o caminho das vitórias, das conquistas, precisa se manter encarrilhado aos trilhos do sucesso. Se entrar para ser campeão sempre, muitas vezes não vai ganhar, mas vai "incomodar"...E outras tantas irá levar mais um caneco para o museu do Beira-Rio.

E não vamos esquecer que só estamos vivendo esta grande tristeza, por que fomos BI-CAMPEÕES DA LIBERTADORES! Ou seja, 2010 já estava ganho desde 19 de agosto!

Alguns comemoram VAGAS, Nós comemoramos TÍTULOS!

E era isso!

domingo, 12 de dezembro de 2010

A ESTRÉIA...


Terça-feira, 14 de dezembro o Inter dará o ponta-pé inicial em busca do Bi-Mundial. A ansiedade é muito grande para todos os colorados, afinal de contas MUNDIAL FIFA não é para qualquer "ser mortal". É um orgulho muito grande ver seu clube de coração disputar uma competição tão glamurosa.

Mas o que projetar do jogo de estréia diante do campeão africano?

O Mazembe fez o que poucos esperavam: Surpreendeu o Pachuca. Mas me parece que mais os mexicanos perderam do que a equipe do Congo venceu aquele jogo. Tecnicamente o time africano é inferior ao Internacional, mas futebol, é futebol né...Então todo cuidado é pouco, humildade e canja de galinha nunca fizeram mau a ninguém. E nesse ponto parece que o Internacional esta bem vacinado pela experiência dos seus atletas e pela maneira de ser de Celso Roth.

As equipes de Celso Roth podem perder por uma infinidade de motivos, mas jamais por "salto alto". O Juarez é trabalhador e tem seus pés no chão, o que é muito bom para o Internacional.

Não tenho dúvidas que o grande adversário da estréia do Internacional é a obrigação de vencer. Sim, obrigação. Com todo respeito ao Mazembe, mas o Inter é mais time, é mais clube, é mais experiente, gasta mais, enfim é tudo mais e uma desclassificação colorada no primeiro jogo seria uma grande frustração. E é essa obrigação que deve ser bem administrada, é uma responsabilidade bem pesada por si própria, ainda mais em um jogo de estréia de Mundial que já possui todos aqueles fatores de ansiedade e nervosismo a qual bem conhecemos.

Mas sinceramente acho muito difícil que uma desclassificação colorada venha acontecer, confio plenamente na qualidade e na experiência do time. E se tudo correr dentro de uma normalidade a classificação acontecerá naturalmente. Não quero goleada e nem quero espetáculo, basta uma vitória, apenas isso.

E depois? Bom, o depois fica para depois...

E era isso!

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

BOTANDO O PAPO EM DIA!


Neste meio tempo em que fiquei sem postar no blog, muitas coisas aconteceram no mundo da bola. Mais especialmente no futebol brasileiro, e ainda mais especificamente na província de São Pedro.

Primeiramente conhecemos o campeão brasileiro de 2010, o Fluminense. Um campeão com justiça, o time que foi mais regular e que sempre esteve focado no campeonato. Parabéns Muriçoca, o "Senhor dos Senhores" dos pontos corridos!

Viajando para o sul do Brasil, vindo de Santa Catarina e atravessando o Rio Mampituba, chegamos na dupla grenal. Parabéns ao Grêmio que fez uma extraordinária campanha no segundo turno do campeonato brasileiro, e foi coroado com a vaga para a Libertadores 2011 após o fiasco do Goiás na Argentina. Renato Portaluppi transformou água em vinho, levou seu clube do coração do inferno da zona de rebaixamento ao "quase céu" da Libertadores da América.

"Quase céu"? Sim, quase. Céu, é caneco na mão e taça no armário.

Ainda paerando pelos campos verdes do Rio Grande do Sul, não podemos esquecer do GIGANTE estado. E o Inter, que ficou apenas em 7º no brasileiro? Como ficou?

Para o Inter, "SÓ" restou o MUNDIAL.

E era isso!

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

REVEZAMENTO E GOLS



O assunto do momento é o revezamento proposto pelo Inter aos seus goleiros. Dito isso, estamos concordando que o Renan chegou numa fase onde tu dá errado. E tentando acertar é quando mais se erra.
A minha opinião é clara. Quero que o goleiro titular do Inter no Mundial para as duas partidas seja Pato Abbondanzieri, por tudo que mostrou nas horas de decisão. Experiente, sabe catimbar e cresce muito em decisões desse tipo.
Não estou dizendo que o Renan é um goleiro ruim, pelo contrário, acho um grande goleiro, porém atravessa uma fase terrível e quando o goleiro erra 99 % das vezes é fatal.
Dos três a serem testados para a vaga o menos qualificado é o Lauro. Porém se for confirmado que Pato não tem condições físicas e Renan está do jeito que está, Lauro torna-se nossa única alternativa.

Pra falar dos homens de frente, Leandro Damião está pedindo passagem. E precisa de um companheiro qualificado na frente. Precisa do Sóbis. Não quero queimar o Giuliano, quem está fazendo isso é o Celso Roth ao escalar o garoto fora da posição que ele brilhou na Libertadores. É claro que o Tinga qualifica e muito o meio-campo do colorado, mas devemos ter cuidado para que não nos tornemos dependentes de Tinga como somos de D'Alessandro. Precisamos de alternativas rápidas e objetivas. Andrezinho também está pedindo lugar nessa equipe que foi uma máquina de fazer gols em 2009 e hoje em dia nem sequer chuta ao gol.

Saudações...

sábado, 30 de outubro de 2010

Ô SEMANINHA HEIN!?


Tivemos uma semana movimentada no futebol tupiniquim, clássicos disputados, dentre eles um dos melhores grenais dos últimos anos. Também fomos presenteados com um show de Conca, com gol de Ronaldo o que é sempre legal (pena que é a favor do Corinthians), chilique do Felipão, Ronaldinho de volta a seleção brasileira, enfim... Uma grande semana.

Focando mais na dupla que representa a província de São Pedro podemos dizer que Conca praticamente liquidou com as chances do Grêmio de arrumar um lugarzinho na Libertadores 2011. Matematicamente ainda existem chances, mas para isso o tricolor teria que vencer os 6 jogos que restam ou quase isso. Por mais que os pupilos de Portaluppi venham apresentando um bom futebol, vamos combinar que as chances de isso acontecer são bem pequenas.

Já o lado vermelho da força esta de sangue doce, atrapalhou a arrancada gremista com o empate no grenal e tem as próximas duas partidas dentro do Beira-Rio, se vencer os dois jogos se candidata a título, caso contrário o negócio é focar de vez no mundial.

E o Douglas na seleção?! Tá de brincadeira né Mano? Fora isso, que é apenas a minha opinião, a seleção brasileira de um modo geral foi bem convocada, o que fica para se lamentar é não ver Nilmar entre os convocados.

E era isso!

sábado, 16 de outubro de 2010

QUEM FAZ GOL?


Comecei as escrever este post exatamente aos 15 minutos do segundo tempo de Flamengo e Internacional, nesta altura o jogo esta 3 X 0 para os cariocas.

E caso não aconteça nenhuma mudança nos prognósticos do jogo, o resultado final ainda pode ser mais elástico.

O fato é que o Internacional precisa de soluções, o time gaúcho tem apenas uma jogada: Alçar bolas na área em busca de Alecsandro, "mais nada". Se analisarmos a escalação da equipe, não há dúvidas que se trata de um bom time de futebol, afinal de contas 90% desta equipe é o mesma que venceu a Libertadores a dois meses atrás.

Porém apesar de bom time de futebol, é um time sem poder de fogo. Quem faz gol nesta equipe? Alecsandro e mais "ninguém".

Os zagueiros não fazem e nem é função deles, o próprio Índio deixou de ir as redes nos últimos tempos. Os laterais são muito bons, mas também não sabem o caminho do gol. Os volantes nem chutar eles chutam. D'Ale, Giuliano e Tinga são excelentes jogadores, mas não esta dentro das características de nenhum deles o faro do gol.

Sendo assim se marcar o centroavante do Internacional, seja quem ele for, pode mandar o goleiro adversário pro vestiário. Por que em campo ele não terá função nenhuma. Claro que estou exagerando um pouco, mas a realidade não esta muito distante disso. Infelizmente.

Para ser campeão do mundo em dezembro Celso Roth terá que mudar a filosofia deste time, caso contrário iremos apenas passear em Abu Dhabi.

E era isso!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

ALOOOOUUUU!!!! 2010 JÁ ACABOUUUU!!!!


Talvez eu seja redundante, mas vou bater na mesma tecla em que meu nobre colega de blog Fernando Amoretti Vargas bateu.

O torcedor do Internacional é injusto com seu clube de coração, diria que muitas vezes é até cruel. Ainda não se completaram nem dois meses do título de BI-CAMPEÃO DA LIBERTADORES! Não fazem 60 dias! De onde vem tanto ranço?!

Vocês já esqueceram do que é ganhar uma Libertadores? Vocês torcedores e imprensa também, já esqueceram que o Corinthians por exemplo NUNCA ganhou uma Libertadores se quer? Que o Flamengo, clube de maior torcida do Brasil, ganhou uma vez a 30 anos atrás? E que na última década só Inter e São Paulo levaram este troféu, e o Inter duas vezes! Esqueceram de tudo isso!?

Vou repetir aqui: O ANO ESTA GANHO! G-A-N-H-O! 2010 já acabou! O que vier daqui para frente é lucro!

Hoje estão "sentando o cacete" no Inter, por que esta poupando seus jogadores e vendo de longe o título brasileiro. Mas, se lá em dezembro o colorado for BI DO MUNDO, ouviremos em couro que o Inter fez correto em preservar seus atletas e blá, blá, blá.

- Bom, mas se não ganhar? E se perder o Mundial? Como fica?

Fica do jeito que esta ora bolas! O Inter vai continuar sendo Bi da América! Campeonato Brasileiro é importante, mas tem todo ano! Já Campeonato Mundial não!

Eu sei que o Brasileirão esta engasgado na garganta dos colorados, mas calma gente. Mais cedo ou mais tarde vamos ganhar essa tranqueira. Não ganhamos nestes últimos 4 ou 5 anos por detalhe, e da forma que estamos estruturados, logo, logo seremos Campeões Brasileiros.

Seria lindo ser campeão brasileiro e ano de título de Libertadores, mas isso é quase utopia, não se pode exigir de ninguém um feito como este!

E lembrem-se, nós já estamos onde TODOS os outros clubes gostariam de estar, e que muitos nem vão chegar.

E era isso!

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

O PROBLEMA SEMPRE FOI O TORCEDOR



Tenho conversado com alguns colorados e o que sempre sai de suas bocas é algo ofensivo, ou pessimista com relação ao futebol apresentado pelo Internacional.
Ou que está jogando pouco, ou que não está se esforçando, ou que está degringolando, ou que está perdendo a chance de ser campeão brasileiro.
Ora, convenhamos...por favor colorados vamos valorizar o nosso momento. Toda vez que forem criticar o Inter lembrem dos anos 90.
Estamos mal-acostumados, esperamos sempre que o colorado seja campeão de tudo sempre, mas temos que cuidar para não nos frustramos. O Inter tem um baita time, peças únicas no futebol brasileiro. Mas nem sempre um time consegue entrar encaixado em campo, impor seu jogo, ser agressivo fora como é dentro de casa.

Vamos acima de tudo lembrar que o Inter em 2010 é Bi-Campeão da Libertadores da América e irá disputar de igual para igual o título Mundial com a Inter de Milão no final do ano.

O Inter tem que começar a poupar seus jogadores importantes para o grande confronto do ano. Temos que ser europeus neste momento. Jogar com os titulares em casa e reservas fora. Deixar os campeões descansar. Deixar os jogadores recuperarem-se entre uma partida e outra. Jogar de 3 em 3 dias pra mim é BARBADA...
Agora jogador de alto nível tem que descansar senão não rende. O jogo contra o Santos provou isso. O Kléber não entrou em campo, e foi criticado por isso, D'Ale também. 

Vamos dar um tempo para o colorado por favor...

Saudações...

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

FAÇAM SUAS APOSTAS...

O campeonato brasileiro deste ano se esta superando no quesito emoção, ou melhor, esta se superando na sua irregularidade. Impressionante!

Esta todo mundo tropeçando, parece que ninguém quer ser campeão. O Cruzeiro pegou a liderança em uma boa hora, mas ainda não estou convicto que os mineiros podem ser campeões. E a minha desconfiança pode ser até injusta, mas ela existe e tem nome: Cuca.

O Fluminense como imaginei começou a cair a partir do momento que sua maior estrela começou a jogar. Para que Deco se tornasse titular, Muricy teve que abrir mão do seu 3-5-2 e desta forma também abriu mão da regularidade do seu time.

O Corinthians tem um time mediano, nada além disso. E como as arbitragens não estão tão colaborativas com o "timão" como já foram em outros anos, a vida do "câncer" do futebol brasileiro fica mais complicada. Bem feito!

E acho bom abrirem o olho com a dupla grenal, o Grêmio vem voando baixo. Se conseguir manter esta série de bons resultados, com Jonas jogando esta enormidade, o tricolor do sul vai acabar brigando pelo caneco. É difícil, mas eu não duvido.

Já o Inter, ainda não teve uma série de vitórias que o coloca-se definitivamente na briga pela liderança. Mas vejam que mesmo com todos os problemas de desfalques, com o TÍTULO DA AMÉRICA, o colorado sempre esteve no "bolo". E agora na reta final do campeonato, o verdadeiro time titular irá voltar. Não vamos esquecer que dá última vez que estiveram juntos D'Alessandro, Giuliano, Tinga, Kleber, Sóbis, Alecsandro e cia...A América do Sul foi pintada de vermelha pela segunda vez!

Com a volta da equipe ideal poderá vir uma série de vitórias, ou seja, o Internacional daria o pulo do gato na hora certa!

Do jeito que esta este campeonato, quem dúvida é louco!

E era isso!

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

SE DECIDAM: OU DÁ! OU NÃO DÁ!


Cheguei a uma conclusão. Torcedores, imprensa e amantes do futebol nacional estão passando por algum tipo de crise existencial. Ao melhor estilo Hamlet: - Ser ou não ser, eis a questão.

Digo isso baseado na "oscilação de convicções" daqueles que acompanham o campeonato brasileiro, a cada rodada mudam favoritos ao título, rebaixamento, sulamericana e zona do limbo.

O Internacional depois que perdeu para o Palmeiras havia sido cortado da relação dos possíveis pretendentes ao título. Mas bastou seu adversários não vencerem no final de semana, e somar a goleada colorada sobre o Guarani, e pronto! Lá esta o Inter de novo na disputa!

Vamos se decidir gurizada?!!? Ou dá! Ou não dá!

O Grêmio até mês passado era sério candidato ao rebaixamento, agora já postula uma vaga para Libertadores 2011. Se ganhar mais um ou dois jogos na sequência, será mais um na listinha na briga pelo caneco. Vão duvidar?!

Mas é por isso meu povo, que o futebol é tão apaixonante. A mentira de hoje, é a verdade de amanhã. E sempre foi assim, e sempre será. Graças a Deus.

Ainda faltam 11 rodadas para terminar o campeonato, para alguns ainda restam 12 jogos, caso de Inter, Santos, Corinthians e Vasco. Fluminense e Corinthians resolveram se atrapalhar e já mostram sinais de que vai faltar perna até dezembro, o Cruzeiro...Bom o Cruzeiro é do Cuca né, então esse é "café com leite".

Ainda tem muita coisa pela frente, e em 2009 o Flamengo deu uma lição a todos nós. Pegou a liderança a duas ou três rodadas do final e se sagrou campeão brasileiro.

Então rapaziada quem apostar em um campeão agora, "é ruim da cabeça, ou doente do pé". Ou pode ser matemático também. :o)

E era isso!

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

DEU ATÉ RAIVA!


Eu poderia como boa parte dos colorados colocar a derrota do Internacional para o Palmeiras na conta do goleiro Renan, diga-se de passagem as críticas são muito justas. O arqueiro colorado foi prepotente, menosprezou talvez o melhor batedor de falta da atualidade no futebol brasileiro, deveria ter colocado barreira nas duas cobranças. Não fez e por isso tomou dois balaços nas redes! E não vamos esquecer que Renan comprometeu a vitória colorada sobre o Corinthians no último domingo, Andrezinho salvou seu pescoço...

Só que temos que somar as falhas de Renan a indolência de quase toda equipe, o Inter foi preguiçoso, descompromissado, displicente, enfim um "entojo" total!

Claro que D'Alessandro, Tinga e Nei fizeram muita falta, mas mesmo sem eles a equipe poderia ter se apresentado muito melhor. Perder é do jogo, desinteresse não!

Edu comparado ao seu histórico no clube vem melhorando, mas ainda esta muito a quem de vestir a camisa colorada. Wilson Mathias vem decepcionando muito, é lento, faz faltas bobas e erra muitos passes.

Andrezinho realmente é uma grande arma do Internacional, só que para SEGUNDO TEMPO. Isso parece ser fato consumado.

E Giuliano teve talvez a pior atuação do ano, não jogou absolutamente nada! Porém este tem crédito, é normal um jogador da sua posição ter algumas jornadas infelizes.

O ano já esta ganho e não podemos discutir isso, mas me irrita muito este tipo de atuação como a de hoje.

2 a 0 saiu barato...

E era isso!

terça-feira, 28 de setembro de 2010

FORTE E VINGADOR, OU FRACO E SOFREDOR?



O futebol brasileiro tem uma peculiaridade muito característica, a paridade dos clubes. Basta ver o tabela do campeonato brasileiro que enxergamos isso rapidamente. É tudo muito igual, muito parelho. O título é disputado por 5 ou 6 equipes, e certamente até o final pelo menos umas 4 ainda terão chances de erguer o caneco do futebol tupiniquim.
E devido a tamanha igualdade é normal "todos" ganharem, se não ganharem pelos menos fazer boas campanhas uma vez que outra, e com elas elevar a moral dos seus respectivos torcedores.

Pois bem, então as vezes fico pensando: "O que acontece com o Atlético-MG? O famoso "Galo Vingador"...Por que esta sina de tregédias não sai dos arredores deste clube?"

Falta de torcida não pode ser, é de conhecimento de todos que a torcida atleticana é a que exerce maior pressão sobre seus adversários, que faz mais barulho dentro de um estádio. Jogar com o Mineirão lotado de atleticanos é muito complicado, todos sabem disso. A "galoucura" faz uma festa linda, de arrepiar.

A curiosidade é por que estes torcedores fazem tanta "festa" dentro do Mineirão, ou seja qual for seus domínios, se o clube não "vence" praticamente nada a 40 anos? Por que? São loucos? Masoquistas?

Eu pergunto e respondo: Pelo mesmo motivo que a Geral do Grêmio faz, ou que a do Vasco da Gama faz, ou então pelos mesmos argumentos que a do Palmeiras faz: Pela CARÊNCIA. E existem alguns outros clubes que também são assoleados de carência, não são apenas estes. Ou por qual motivo a torcida do Bahia lota as arquibancadas todos os jogos?

O fato é que estes torcedores não fazem "festa" nas arquibancadas como eu falei, eles manifestam tensão, gana, o desespero por um título! A vontade de ver seu clube ser grande pelos seus olhos e não apenas pelas histórias já "batidas" contadas pelos seus pais e avós. Histórias que ao invés de orgulhar até já irritam alguns torcedores castigados pelas infinitas derrotas.

Imaginem que torcedores de 40 anos de idade do Galo Mineiro jamais comemoraram algo realmente relevante, e pior que isso, assistiram seu arquival ser Bi-Campeão da América, Campeão Brasileiro, Campeão da Copa do Brasil, etc. Vocês tem noção do que é isso? Os atleticanos tem...

Isso é vida? O que uma nação inteira fez para merecer tanto castigo? Sinceramente, sinto pena destes torcedores.
Este ano então é algo para a NASA estudar, foi contratado Vanderlei Luxemburgo treinador de vasto currículo, grandes jogadores como Diego Souza, Daniel Carvalho, Ricardinho, Rever, etc. Somado a eles já tinha no clube Diego Tardelli que até na seleção Brasileira andou. E fora estes o restante do grupo é muito bom, um elenco que poderia tranquilamente estar disputando uma vaga para a Libertadores da América.

Mas ao contrário disto o Galo esta a 7 pontos do primeiro não rebaixado, ou seja, esta literalmente com a faca no pescoço. Falta muito pouco para que o clube entre na lista dos "virtuais" rebaixados.

Se não falta torcida, se não falta treinador, se não faltam bons jogadores, o que diabos falta então?!?!

Falta ao querido Atlético Mineiro um grande homem e não um grande treinador ou um grande jogador, falta um grande homem! Um presidente competente, que não seja apenas atleticano, por que isso o Kalil e outros que passaram nestes 40 anos são.

Além de atleticano este homem precisa ser inteligente e vencedor! Para arrancar definitivamente o DNA da derrota que corre nas veias do clube.

É uma pena testemunhar tantas tristezas, ano após ano. Eu que sou torcedor do Internacional e gostaria de um dia ver o Galo campeão. Imaginem os atleticanos...

E era isso!

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

RAPIDINHA


Tão rápida quanto a sua passagem pelo Prudente foi a sua demissão. Chegou no dia 10 de setembro e saiu no dia 27 de setembro. Quem perder pontos para essa equipe, compromete a sua campanha, pois é a primeira rebaixada no Brasileirão. Alguém duvida?

MELHOR CAMPANHA DO SEGUNDO TURNO


O GRÊMIO surpreende a todos com a sua campanha no segundo turno do Brasileirão, onde apresenta um futebol convincente longe do Olímpico e um futebol mediano sob seus domínios.

A equipe treinada por RENATO PORTALUPPI, confirma a melhor campanha jogando no interior mineiro contra o decepcionante, Atlético/MG. Um time formado a peso de ouro e com um futebol vergonhoso durante o campeonato inteiro. Mas alguns podem dizer, o GRÊMIO jogou contra um time incompetente e venceu, nada mais do que a sua obrigação. Não é bem assim, o GRÊMIO já vencera o líder do Brasileirão, o Corinthians dentro do Pacaembu.

O que posso dizer sobre o sistema de jogo que o treinador implementou na equipe, é bem simples. Ele fez o óbvio que todo mundo tem que fazer, ou seja, dar liberdade para quem joga. Ao conceder espaço para o talentoso Douglas jogar, RENATO deu as condições para que Jonas brilhasse no ataque e isso tem surtido efeito, pois o nosso atacante é o goleador da competição.

É notória as carências que o GRÊMIO tem, mas fazendo o básico que é colocar cada jogador em sua posição correta dentro de campo, ajudou e muito para que o GRÊMIO encontrasse equilíbrio dentro do Brasileiro 2010. A caminhada ainda é árdua, porém é muito superior do que vínhamos ostentando no primeiro turno. Quanto à colocação que a equipe pode ambicionar é um mistério, pois tudo ainda encontra-se em aberto num Brasileiro disputado ponto a ponto.

O objetivo maior é trabalhar o ano de 2011, com uma nova diretoria e novos jogadores, pois treinador já temos, e se tiver as condições necessárias pode nos trazer um grande título no ano que vem.

O JOGO DA RODADA

Num jogo que mexeu com a emoção de todos os envolvidos no campeonato, do primeiro ao último minuto, Inter e Corinthians protagonizam o melhor jogo da rodada do Brasileirão.

Uma primeira etapa que foi de muito estudo de parte a parte, o Internacional conseguiu ser mais incisivo e marcou o seu gol após uma linha de impedimento errada da zaga corintiana. Com grande atuação do cérebro da equipe, D´Alessandro, o Colorado conseguiu se impor no comando das ações ofensivas, pois o Corinthians começou a partida apenas preocupando-se com o empate. Já na etapa derradeira de partida, o time paulista avançou os meias e impôs um ritmo de jogo maior para a defesa colorada. A grande dificuldade de conter o ataque do Corinthians, é a movimentação dos seus atacantes e o apoio constante dos seus volantes, já que os laterais não passam da meia cancha.

O histórico da partida foi de um congestionamento no meio-campo, com os volantes do Inter e Corinthians combatendo com maestria os ataques adversários e saindo para o jogo. Nisso, o Colorado tem vantagem em relação ao Corinthians, pois possui jogadores de articulação superiores ao time paulista, além de contar com boas atuações como a de Glaydson, Guiñazú e a sublime partida que fez D´Alessandro, que participou efetivamente de dois gols do time gaúcho.

Outro fato a ser lembrado, é o retorno do centroavante Alecsandro, que comprovou o seu faro de gol deixando mais um nas redes do adversário. A defesa espetacular do Nei, a cobrança magistral do Andrezinho, o golaço de Jorge Henrique, o voleio do Edu, a lambreta do Damião, as bolas no travessão do time corintiano, a presença de público no Beira-Rio, enfim só temos bons adjetivos sobre o jogo de domingo.

NOVAS IDEIAS, VELHOS RESULTADOS!


O jogo de domingo à tarde só denota uma coisa, o Galo está encaminhando o seu retorno para a Segunda Divisão sem escalas.

Numa partida onde o Atlético/MG estava estreando o seu novo treinador, os conceitos de equipe permaneceram os mesmos das rodadas anteriores quando estava com o defasado, Vanderlei Luxemburgo. O time não apresenta sinais de reação e alguns atletas apresentam um futebol indolente. Quanto ao estreante, Dorival Jr., entendo que ele não era a pessoa ideal para essa empreitada, pois o time precisa de um choque de ordem, e o perfil do atual treinador é de um cara pacífico e demasiadamente calmo para as necessidades do elenco atleticano.

É uma pena que um clube que se estruturou de forma moderna, com um CT de causar inveja a muitos clubes brasileiros, apresente a possibilidade de ser rebaixado duas vezes em apenas 4 anos, ou seja, um novo conceito de futebol porém com velhos resultados. São quase 40 anos sem um título de expressão, e como um galo, vive de migalhas que são os campeonatos estaduais.

Lamentável!

terça-feira, 21 de setembro de 2010

INSUBORDINAÇÃO É O CARAMBA !!!



Eu confesso que não ia me manifestar sobre o episódio Neymar x Dorival, porque nos meus tempos áureos de futebol, eu era muito parecido com o pseudo-craque do Peixe. Muito menos pela habilidade e muito mais pelo temperamento.
Então eu sei o que o garoto está passando e ao mesmo tempo condeno qualquer atitude anti-desportiva que ele já tomou nesses poucos meses de sucesso.
Porém é rídicula a decisão da diretoria do Santos que simplesmente desautorizou seu comandante de campo que manteve acertadamente a decisão de barrar Neymar do clássico contra o Corinthians.
É por essas e outras que apóio a iniciativa da Popular do Inter que se nega a aceitar o futebol moderno.
A demissão de Dorival Júnior é algo impensado, é um ultraje, não se demite um treinador com aproveitamento de 65%. Quem o demitiu pensava única e exclusivamente em dinheiro. Infelizmente, o monstro que estava se criando na Vila mais famosa do Brasil voltará muito mais forte.

Saudações...

domingo, 19 de setembro de 2010

NA BRIGA!


Depois do grande resultado dentro do Morumbi (Salão de Festas Colorado) no meio da semana, e da vitória contra o "invicto" Vasco da Gama neste domingo, o Internacional entra de vez na briga pelo tão sonhado título do campeonato brasileiro.

Na próxima quarta-feira a parada será dura, o Atlético-PR dentro da Baixada. O Inter tem bom retrospecto lá dentro, mas sabemos que estatísticas não entram em campo. Além disso o Furacão vem embalado por bons resultados, e com certeza o colorado Paulo Cesar Carpegiani não irá facilitar a vida dos gaúchos.

A partir de agora o Inter deve mirar apenas um adversário, o Corinthians. O clube mais BENEFECIADO do Brasil por arbitragens, tribunais, confederações, etc. E vamos combinar que tirar este título das mãos do "Timão" no ano do seu centenário, não é tarefa simples.

São seis pontos de diferença entre os dois clubes na tabela, sendo que ambos tem um jogo a menos que a grande maioria. O Inter pega o Santos na Vila, e o Corinthians enfrenta o Vasco no Rio de Janeiro. Estes enfrentamentos, mais o confronto direto no próximo domingo no Beira-Rio poderá balizar as ambições coloradas pela conquista do campeonato. É fundamental não perder para o Santos e vencer o "xodó" da imprensa nacional no Beira-Rio.

Mais uma vez o destino coloca os corinthianos no caminho do Internacional. Em 2005 os colorados foram ROUBADOS, em 2009 os colorados foram ROUBADOS mais uma vez. E agora em 2010 os colorados deveram ser "ROUBADOS" de novo, normal. Para superar este câncer do futebol brasileiro o Internacional terá que jogar muito futebol, pois a festa corinthiana já esta montada.

Domingo que vem no Gigante da Beira-Rio ouviremos um dos meus cânticos preferidos:

PQP! LIBERTADORES O CORINTHIANS NUNCA VIU!

E era isso!

domingo, 12 de setembro de 2010

PÉSSIMO RESULTADO


Em um jogo sofrível o Inter não saiu do zero a zero contra o virtual rebaixado Goiás. Com este resultado horroroso o colorado perdeu uma oportunidade de ouro para se aproximar dos líderes.

Giuliano parece que esqueceu seu futebol na noite de 18 de agosto, quando ele passou entre dois mexicanos e selou o bi campeonato da américa do Inter, foi o último momento de brilho que se viu do garoto com a camisa colorada. Giuliano foi titular nas últimas 4 partidas, jogou mal em todas.

A única coisa boa que se pode tirar deste jogo é a consolidação do grande momento de Renan, salvou o Inter de uma derrota vexatória em duas oportunidades claras e manifestas de gol.

E a grande espectativa da noite era para ver a estréia da suposta nova "jóia" do Beira-Rio, o jovem Sasha. Não serei definitivo sobre o guri, afinal foram apenas 30 minutos de participação, mas ou ele estava muito nervoso, ou não passa de mais um atacante "ciscador" como tantos outros que já vimos surgir no futebol brasileiro.

Uma noite para ser esquecida, péssimo futebol e péssimo resultado.

E era isso!

sábado, 11 de setembro de 2010

COM A CARA DO GRÊMIO!


Uma vitória do jeito que o torcedor gremista gosta, com a cara do Gêmio, na raça, com muita garra. O tricolor foi ao Pacaembu, enfrentou o vice-lider do campeonato brasileiro e colocou 3 pontos no bolso.

Não gosto do camisa 10 Douglas, acho ele displicente. Mas admito que ele fez um grande jogo e foi coroado com um golaço.

Victor mais uma vez foi herói, garantiu a vitória do Grêmio ao defender um penalti batido por Iarley. Mais uma penalidade defendida pelo arqueiro tricolor neste campeonato, esta virando rotina. Lembrando que: NÃO FOI PENALTI! Mas para o Corinthians sempre é né?!

Esta vitória traz duas grandes notícias ao torcedor tricolor:

- PRIMEIRO: Definitivamente o Grêmio afasta qualquer possibilidade de ser rebaixado.

- SEGUNDO: O Grêmio começa a sonhar com saltos maiores na competição. Libertadores? Será?

E inegavelmente o nome da virada gremista na competição é RENATO PORTALUPPI. Se ele não iventar como andou fazendo em alguns jogos poderá ajudar ainda mais o clube em 2010.

E era isso!

domingo, 5 de setembro de 2010

KLEBER, MUITO PRAZER.



Quero fazer um protesto! Não aguento mais!

Quando o Kleber irá aprender a CRUZAR hein?! É impressionante, esse rapaz não saber fazer um cruzamento sequer! Nenhum, nada!

É um absurdo um lateral não saber cruzar, definitivamente imperdoável! Isso é fundamento, pô!

Se alguém se atrever a dizer que o lateral esquerdo do Internacional cruza bolas na área, é por que não sabe nada de futebol! Absolutamente nada!

Por que, o que Kleber faz não são cruzamentos, nem parecido com cruzamentos são. Esse rapaz não cruza bolas na área, o que ele faz são passes, ele simplesmente PASSA a bola para os companheiros que estão na "cozinha" adversária. Seus levantamentos são dignos de entrarem para vídeos de melhores assistências da NBA. Os "PASSES" de Kleber na cabeça dos atacantes colorados são mortais, perfeitos, extraordinários! Cinematográficos!

Parabéns ao Internacional por garantir a permanência deste jogador no Beira-Rio, ele é fundamental para equipe. Fico imaginando este jogador com a camisa colorada na época em que Fernandão carregava a camisa 9 vermelha, o ex-capitão colorado iria criar um problema crônico de torcicolo, de tanto fazer gols de cabeça!

Que me perdoe o grande Arce e os torcedores gremistas, mas Kleber é o maior "cruzador (passador)" que futebol do Rio Grande já viu! Até por que o Kleber nunca teve o Jardel dentro da área como referência.

+++++++++++

Sobre o campeonato brasileiro, não sei quem será o campeão, mas sei quem não vai ser: O Fluminense. Como colorado estou mirando o Corinthians, este é o adversário pelo título.

Não vamos esquecer que estamos em ano de centenário do "Tííímão né meeeeu"! Ou seja, tirar este título do clube mais privilegiado por federações, arbitragens e diversos fatores extra-campo será muito complicado.

E era isso!

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

O INTER É 9º E O GRÊMIO É 190º...


Não sou adepto a rankings, pouco dou valor a eles. Até por que cada um tem seu critério, e alguns critérios são até meio confusos. Então é difícil saber qual ranking é o certo, qual é o mais justo? E a verdade é que talvez não há como dizer isso, já que critério é como nariz...Cada um tem o seu.

Mas o ranking da Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS), tem ganho espaço no mundo da bola, e hoje é o ranking de clubes mais "badalado" do planeta.
E na sua última atualização o Internacional é o melhor brasileiro da lista, 9º lugar. Já o arqui-rival, o Grêmio esta na posição 190º.

Ai eu pergunto: - Mas e dai? Esse ranking vale taça?

Resposta: - Não, não vale. Mas vale pretígio. E isso é importante nos tempos de hoje.

Mas enfim, vamos a última atualização do ranking IFFHS:

1. Inter de Milão – 293 pontos

2.Barcelona – 283
3. Bayern de Munique – 253
4. Chelsea – 232
5. Liverpool – 231
6. Anderlecht – 230
7. Atlético de Madrid – 221
8. Werder Bremen – 220
9. Estudiantes – 217
Inter – 217
29. Cruzeiro – 189
30. São Paulo – 185
32. Fluminense – 180
42. Corinthians – 167
50. Flamengo – 157
90. Santos – 124
111. Vitória – 114
143. Botafogo – 104
169. Palmeiras – 96
190. Grêmio – 90
206. Atlético-MG – 86
229. Goiás – 82
242. Avaí – 80
325. Atlético-PR – 68

E era isso!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

EM LUGAR QUE SE PERDE, EMPATAR É BOM RESULTADO!


Existem alguns adversários que o Internacional visita que geralmente são anfitriões indigestos. Santos na Vila Belmiro (nunca ganhou), Cruzeiro no Mineirão e o Vitória no Barradão, são jogos em que a derrota colorada normalmente acontece. Estes confrontos são verdadeiros tormentos na vida dos colorados.

Então analisando por este lado, trazer um ponto da Bahia não é de todo ruim. Nem sempre vencer é possível, o importante é somar pontos.

O fato é que a equipe que foi Bi-Campeã da Libertadores, esteve bastante desfalcada. Começando por Sandro e Taison que já não são mais do Inter, somadas as ausências de Alecsandro, Guinazú, Bolivar e principalmente de D'Alessandro, são nada mais, nada menos do que 6 jogadores. Ou seja, se considerarmos apenas os 10 atletas da linha, isso representa 60% da equipe. É muita coisa, e mesmo assim o Inter fez uma boa partida, principalmente no primeiro tempo.

Gostaria de dar ênfase a um jogador em especial: Rafael Sóbis.

Ele ainda não é aquele atacante mortal que conhecemos na primeira passagem pelo Beira-Rio, vem aos poucos crescendo no ponto de vista técnico, mas distante do velho Sóbis. Em defesa dele quero chamar atenção para o seu posicionamento, o guri de Erechim esta jogando longe do gol.

Na partida de hoje em vários momentos ele estava combatendo na intermediária de defesa do Inter, e quando o time esta com a posse de bola ele tem ficado do lado esquerdo tentando penetrar a zaga adversária pela diagonal.

Resumindo: Mesmo que digam que não, Sóbis esta "tentando" fazer a função que o Taison vinha fazendo.

Mas definitivamente Rafael Sóbis não é Taison, e nem vou falar de quem é melhor ou pior, a questão é que eles são DIFERENTES. Rafael Sóbis vai começar a crescer quando começar a jogar mais próximo do gol adversário, é ali que ele pode fazer a diferença, é ali que ele decidiu duas Libertadores em favor da massa vermelha. Roth precisa corrigir isso.

Rapidinhas:

- Giuliano parece que sentiu a parada, voltou totalmente perdido;

- Guinazú faz falta ao meio campo (que novidade né?), principalmente em jogos fora de casa;

- Damião precisa corrigir alguns fundamentos, em especial os chutes da intermediária;

- Mais um amarelo de Wilson Mathias, Derley vem ganhando espaço;

- Marquinhos jogou pouco tempo, e mais uma vez mostrou que é diferenciado;

- Kleber continua jogando demais;

- Indio esta em uma fase estupenda;

- O Inter com D'Alessandro é sempre um grande time, sem o gringo é apenas um bom time.

- E por fim...Onde andam os corneteiros do Renan?

E era isso!

domingo, 29 de agosto de 2010

UM POUCO DE ÂNIMO


O empate do Grêmio na Arena da Baixada, pode ter mais de uma leitura. A primeira delas é a soma de um ponto, junto com o fato de não perder mais jogo. Na situação atual tricolor somar pontos jogando fora de casa é fundamental, ou melhor, no sistema de pontos corridos se não buscar bons resultados fora de casa a campanha fica comprometida, seja qual for o objetivo da equipe.

O que se viu em Curitiba deu um pouco de animo ao torcedor gremista, parece que o time de Renato começa a tomar um certo rumo, mesmo que ele tenha cometido alguns erros banais. Como deixar Adilson no banco para improvisar Gilson que é lateral esquerdo (e que ninguém conhece), no meio de campo. Outro erro foi ignorar Maylson e não deixa-lo nem no banco, Maylson esta longe de ser solução, mas também não pode ser desprezado do banco de reservas.

Uma pergunta: Não tem nenhum zagueiro nas categorias base do Olímpico que jogue mais que o Wilson?

Se não tiver, que dispensem o mais rápido possível todos os zagueiros da base gremista. Se não jogam mais que o tal do Wilson, meu Deus, oremos.

Outra leitura que podemos e devemos fazer é que a equipe do Atlético-PR é fraca, o time de Carpegiani só tem um objetivo na competição: Não cair. Então o crescimento do Grêmio pode também ter sido devido a fragilidade do adversário. Ou seja, sem empolgação torcedor, muita calma nessa hora.

O fato é que a posição do Grêmio na tabela não condiz com a qualidade dos seus jogadores, pelo menos no papel é uma equipe forte. Ou alguém discorda da qualidade de Victor, Gabriel, Souza, Jonas e Borges? Além destes, o Grêmio ainda conta com jogadores como Rochemback, Adilson, Leandro, Maylson, Mario Fernandes, Willian Magrão, etc. Não coloco Douglas nesta lista, por que particularmente acho este jogador um "baita vigário", enganador, um atraso para o Grêmio.

Mas olhando os jogadores a disposição no plantel gremista, se não é um grupo para ser campeão brasileiro, também não é um grupo de jogadores para ser rebaixado. Claro que existem algumas carências, mas o Botafogo, o Avaí e o Ceára também não tem carências? Todos eles possuem muito mais necessidades técnicas que o Grêmio, e os três clubes fazem campanhas bem melhores que a do tricolor do Rio Grande. São apenas exemplos, já que não vamos esquecer que atualmente existem 16 clubes a frente do Grêmio na tabela.

Esta nas mãos de Renato Portaluppi, se ele fizer sua parte o Grêmio pode até crescer na competição e beliscar algo maior. Mas se ele resolver ser Renato "Professor Pardal" como foi hoje, hummmm...Ai ele vai complicar a vida tricolor.

E era isso!

sábado, 28 de agosto de 2010

QUARTETO FANTÁSTICO



A saída de Taison para "tradicional" futebol ucraniano não deixa saudade.
Taison foi de fenômeno a jogador mediano num período curto de apenas 1 ano e meio. Foi importante e decisivo em muitos momentos, mas prejudicou o time em muitos outros.
Volto a dizer que não deixará saudades porque o Inter é um clube precavido. Não dá ponto sem nó. Sai Taison e imediatamente quem assume sua vaga é ninguém menos que Rafael Sóbis. Para seu companheiro de ataque, um dos melhores centroavantes do Brasil: Alecsandro. Existe ainda a opção de Leandro Damião, Marquinhos e quem sabe até o recém contratado Ilan.
Da estrutura campeã da Libertadores, pouco se modificou. A perda mais sentida será com certeza a de Sandro. Não sei se Wilson Mathias é capaz de jogar tanto quanto o melhor volante brasileiro em atividade.

Temos então:
Renan, Nei, Bolívar, Índio, Kléber, Wilson Mathias, Guiñazu, Tinga, D'Alessandro, Rafael Sóbis e Alecsandro.
Um time sólido, coeso, organizado e orquestrado por ninguém menos competente que Celso Roth, que afirmou durante várias vezes sem mencionar o nome do time da Azenha que os azuis não quiseram ser campeões da América com ele e perderam a oportunidade.

Escalei o time neste post, porque me deixou bastante irritado um comentário que assisti essa semana no Jogo Aberto RS. Fabiano Baldasso teve a cara de pau de dizer que o melhor quarteto de frente do Brasil é: Douglas, Souza, Jonas e Borges.

Não quero comparar qualidade técnica, beleza ou preferência sexual. Só quero saber o que esses 4 ganharam em 2010 ? GAUCHÃO.

Vão de mal a pior no Brasileiro, eliminados na Copa do Brasil, fiasco na Sulamericana.

O que dizer então do quarteto campeão da América, Tinga, D'Alessandro, Sóbis e Alecsandro ???

Posso estar sendo muito colorado, mas o que dizer então do quarteto do Fluminense, do Corinthians e do Santos ????

Por favor tricolores, respondam meu post.
Mas por favor não acordem nunca desse pesadelo.

Saudações...