quarta-feira, 26 de agosto de 2009

DIA DE QUEBRAR TABU


O tabu de nunca ter vencido o Santos na Vila Belmiro tem que que ser quebrado esta noite a partir das 21:00. E tem que ser quebrado por duas razões: para que o Inter recupere a confiança e recupere os pontos perdidos nas duas últimas partidas onde poderia ter ganho até com facilidade dada a fragilidade das equipes que enfrentou.
O Inter está mantendo um desempenho fraco diante de equipes fracas, como Palmeiras e Corinthians e este em casa.
O time precisa produzir mais e aqui quero fazer um pequeno paralelo com as equipes européias.
Os times europeus como um todo apostam na máxima que diz que o ataque é a melhor defesa, ou seja, se o time tomar dois gols tudo bem, desde que faça 5.
Há times europeus que jogam com um zagueiro central e outros 9 jogadores tem características ofensivas predominantes, tornando o time agressivo e defensivo em massa quando não possui a bola.

Quem procura fazer isso no Brasil é Muricy Ramalho, porém seu estilo "chama derrota", consiste em ter mais posse bola, mais volume de jogo porém com passes para o lado e defensivamente seguro. Por muitas vezes vejo no futebol internacional em diversas equipes, atacantes, centro avantes jogando pelas laterais e no campo defensivo buscando jogo, armando jogadas sempre fra frente.

E outra característica bastante peculiar são os arremates a média e longa distância, coisa que não se vê muito no Brasil que dirá no Gigante.

Portanto alguma coisa diferente é esperada pelo torcedor na noite de hoje, principalmente na atitude. Tomara que essa atitude seja européia.

Saudações...

2 comentários:

Felipe Cunha disse...

Se repetir o segundo tempo diante do Palmeiras ganha o jogo.

Fagner Pereira disse...

Não deu pra quebrar, mas ao menos não perdeu como o meu.