sexta-feira, 11 de setembro de 2009

EITA IMAGINAÇÃO !!!





Mais uma vez convivemos com os protagonistas do futebol que teimam em querer mexer a todo custo nas regras e na tradição do futebol.

Chip dentro da bola, 5 árbitros, tempo parado quando a bola sai, análise de jogadas pela tv, etc...


Dessa vez foi Dorival Júnior, técnico do Vasco, que deu a brilhante idéia da abolição do impedimento.
(Pausa para risos...) hehe


Isso me lembra uma passagem engraçada, na verdade uma frase célebre do grande filósofo Casagrande na Rede Globo ao declarar que quando o gol é bonito não devia ser marcado impedimento. (Silêncio deste blogueiro...)


Na minha humilde opinião, o futebol tem que pelo menos tentar fazer justiça. Digo tentar porque o futebol não é justo. Então o impedimento serve para compesar a vantagem do atacante sobre o zagueiro, pois este está sempre em desvantagem em relação ao atacante.


O mesmo acontece com as famosas paradinhas. Essas sim deveriam ser riscadas do mapa, pois não injustiça maior com o goleiro do que paradinha. Paradinha é coisa de fresco.


Mas voltando ao impedimento, ele gera muita polêmica quando não é marcado e muita polêmica quando é marcado. É passível de erros e erros fazem parte do futebol desde que os vikings jogavam com cabeças de adversários.
Portanto devemos nos preocupar em levar mais a sério a preparação da arbitragem para que a lei se cumpra sempre, sem benefícios a um time ou a outro.
Dos 25 em campo numa partida de futebol, 3 devem ser meros coadjuvantes, não devem ser lembrados nunca.


Saudações...

2 comentários:

Guilherme Rezende disse...

Minha humilde opinião.
Fagner, Felipe e Douglas me conhecem e sabem q não sou nenhum viciado em futebol, muito pelo contrário. Sou, no máximo, um apreciador.
E uma das coisas que não me empolga no futebol é a mesma razão pela qual sempre disseram que o soccer não emplaca nos EUA. O baixo score ao final de uma partida ou mesmo a possibilidade de assistir a 90 min de um jogo que acaba em 0x0.
Dito isso, fica a dúvida, sem o impedimento não teríamos muito mais gols por partida e um esporte mais emocionante portanto???

Abraços.

Felipe Cunha disse...

Se tirassem o impedimento mudaria o jogo taticamente por completo, ou seja, um centroavante poderia ficar parado ao lado do goleiro esperando a bola...

Acho que descaracterizaria o esporte...