quinta-feira, 8 de outubro de 2009

CARTÃO VERMELHO PARA TORCIDA COLORADA



Como de costume fui ao Beira Rio ontem a noite, queria ver como seria o comportamento da equipe no 1º jogo de Mario Sérgio. Fui principalmente para apoiar, torcer, aplaudir, enfim ajudar meu clube de coração.

Fui sabendo que seria praticamente impossível ver um bom futebol por parte do Internacional, mesmo que fosse contra o famigerado Naútico com mais de meio time desfalcado. Era natural que os jogadores colorados se sentissem pressionados e sofreriam pela afobação, por que além de precisar desesperadamente da vitória, era a noite de estréia do novo treinador.

Só os torcedores com dificuldades de raciocínio (para não dizer outra coisa) não saberiam disso. E por incrível que pareça das 12 mil pessoas que foram ao estádio, pelo menos 11 mil eram torcedores deste tipo. Colorados desprovidos de massa cefálica, com todo respeito.

Frequento campo de futebol a mais de 20 anos, e tenho dificuldades para lembrar de um outro jogo onde eu tenha presenciado tanta corneta em cima do time. A torcida foi pra patifar!

A torcida do Internacional ontem a noite teve a capacidade de vaiar ALECSANDRO, o centroavante tem 25 gols na temporada sendo que 13 no campeonato brasileiro. Por que as vaias ora bolas? O Maxi Lopez faz um gol por mês e é amado pela torcida gremista! É claro que deve haver cobranças, mas cobranças fundamentadas e não sandices como esta!

O caso de Alecsandro é apenas um exemplo de outros absurdos que vi e ouvi por parte dos "torcedores" colorados ontem a noite.

Eu não sou a favor que não existam vaias, mas tem hora para vaiar! E ontem não era hora! Vaias devem acontecer fundamentalmente após o jogo se necessário, durante a partida o papel daqueles que sentam nas arquibancadas é de AJUDAR o time, apenas isso.

Fernando Carvalho e Vitório Piffero estavam cobertos de razão ao reclamar do comportamento do torcedor ontem a noite. O que a grande parte da torcida fez ontem foi lamentável!

*************

Rapidamente sobre o jogo: Devido a todo contexto que envolvia a partida o mais importante ocorreu: A vitória colorada.

Sobre o time podemos destacar a vontade dos jogadores e a grande atuação de D'Alessandro que foi posicionado na meia direita por Mario Sergio. Sabemos que o Naútico não é parâmetro, mas é bonito ver o "Gringo" jogar futebol.




E era isso!

3 comentários:

Fernando Amoretti disse...

O gringo comeu a bola.

Pedro Rafael Marques disse...

Ele é um bom jogador incontestavelmente, só que foi notório que houve boicote ao pastor, Tite!

Felipe Cunha disse...

Concordo. Faltou profissionalismo do Gringo em relação a Tite, mas também faltou "gestão" para Tite.

Um treinador precisa sempre ter os bons a seu lado, pq são eles que resolvem.

Ou seja, os dois erraram.