domingo, 18 de outubro de 2009

VITÓRIA E DESEQUILÍBRIO EMOCIONAL

Num jogo que precede o GREnal, o mínimo que se pode exigir dos atletas pendurados por cartão amarelo, é um pouco de equilíbrio emocional para que possam participar do clássico. Porém, não foi isso que aconteceu, e pasmem, com o capitão da equipe gremista na tarde de hoje.

A partida contra o Coritiba foi complicada como previsto, pois a equipe paranaense não está na colocação que deveria estar no Brasileirão 2010, porque tem jogadores de qualidade no seu plantel. Durante a primeira etapa, o Coxa teve algumas chances para abrir o escore, mas foi impossibilitado pelas defesas do goleiro Victor. No fim do primeiro tempo, o GRÊMIO abriu o marcador com um bonito gol marcado por Perea e ampliou a vantagem com um gol anotado por Souza, jogador de destaque no jogo de hoje à tarde.

No entanto, o que marcou a partida além das intervenções do goleiro gremista, foram os cartões amarelos assinalados contra o time tricolor. Maxi Lopez que estava pendurado com 5 amarelos e agiu de forma imprudente ao cometer uma falta num lance no setor de ataque do GRÊMIO, porém o pior estava por vir, com o "chilique" do capitão gremista após o lance em que o argentino fora punido. Ora vamos, o que pode pensar o torcedor disso tudo? Dá uma leve impressão é que existem jogadores que fazem isso de propósito, para fugir de jogos em que a pressão aumenta.

Na realidade, não consigo entender como uma equipe que ambiciona grandes conquistas, pode ser capitaneada por um jogador desequilibrado.

Um comentário:

Felipe Cunha disse...

O pior que quem ouve as declarações do Tcheco, pode tranquilamente afirmar que se trata de um jogador "sereno", mas dentro de campo ele se transforma.

Já o Maxi, não da pra entender como um CENTROAVANTE leva tantos cartões amarelos.

Quem será o ataque gremista para o greNAL?

Perea e Douglas?

Se eu fosse o Autuori, lançaria um garoto. Como fez o Tite com o Taison ano passado...

Quem sabe o Roberson?