terça-feira, 19 de janeiro de 2010

ESTREIA COM VITÓRIA

O título foi curto para mencionar a primeira impressão deixada pelo time de Silas, na minha singela opinião. Achei o primeiro tempo do Tricolor, beirando ao ridículo. Um time desencontrado e sem dinâmica de jogo. Já na segunda etapa, com as alterações efetuadas na equipe, pode-se notar alguns valores se sobressaindo aos demais.

Lúcio e Fábio Santos, nenhum dos dois é craque, porém era notório que com uma boa pré-temporada, o Lúcio assumiria a titularidade da lateral gremista. A problemática lateral direita, é uma "epidemia nacional", todos os clubes precisam de um atleta para a posição, e pelo jeito o GRÊMIO não irá resolvê-la no início de 2010. A movimentação do meio-campo foi interessante, já que a pasmaceira do passado foi para outras bandas, mas os volantes precisam primeiro marcar para depois auxiliar o ataque. Enfim, gostaria de guardar um pequeno espaço para falar de três estreantes: Hugo, Borges e Leandro. Sejam bem-vindos, e continuem a demonstrar o interesse da estreia, - que mesmo com as expulsões do adversário - vi nos citados um bom início na equipe.

Professor Silas, aqui tem que ser sempre no 4-4-2 e esqueça o famigerado esquema com apenas um atacante. O Borges precisa de mais oportunidades, pois ele tem faro.

Um grande 2010, e que saudade de um campeonato!

4 comentários:

Felipe Cunha disse...

O Grêmio de 2010 esta prometendo, fazia alguns anos que não era acrescentada qualidade em quantidade no Olimpico.

Souza, Hugo, Borges, Leandro e Jonas são execelentes opções para Silas.

Lateral direito é mosca branca, o negócio é fixar o Mario por ali, pq trazer alguem que jogue melhor que ele por ali, é uma missão QUASE impossível.

Sobre o jogo, o tricolor não ganhou na bola, mas sim no pulmão.O Pelotas morreu no segundo tempo...

Igor sausmikat disse...

Numa boa,eu temo por Silas pois o Grêmio esse ano tem um trio de traíras que no SP fez de tudo pra derrubar técnico,falo de Leandro,Hugo e Borges!
to vendo o gremista tratar eles como craques e como se fossem pelés e garrinchas e nessa podem cair do cavalo.
anda me intrigando isso!
abraço
meu blog de esportes: http://igoresportes.blogspot.com/

Pedro Rafael Marques disse...

Ninguém cita os três jogadores como craques, não exagere. E quanto a trairagem, foi na luta por vaga na equipe titular e não por fazer corpo mole. O treinador que fora retirado do SPFC, ficou no meio do caminho e não conseguiu a vaga que os "traíras" conseguiram para o clube.

Felipe Cunha disse...

Concordo com o Pedro.