quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

NÃO VI D'ALE, MAS VI "BOLLATCHÊ"!



Ontem estive no estádio Beira-Rio e saí satisfeito com o que vi.

Claro que não foi uma atuação de encher os olhos, ficou longe de disso. Mas o Internacional foi COMPETITIVO, característica primordial para quem quer vencer a Libertadores da América.

A escalação não foi a ideal, nitidamente faltou um articulador, ou melhor, faltou Andrés D’Alessandro. Guinazú realmente atuou na meia pelo lado esquerdo, e ficou claramente deslocado naquela faixa de campo. Lutou, brigou como sempre, mas não foi o Guinazú que todos conhecemos justamente pelo seu posicionamento.

Já o novo titular da meia cancha, artilheiro colorado na competição, o argentino Mario Bollati é um jogador FANTÁSTICO, isso mesmo: FANTÁSTICO, joga muito futebol. E não estou dizendo isso somente pelos gols que até o momento é o que mais chama atenção, mas sim pela qualidade do jogador. Bollati é diferenciado, joga de cabeça erguida, tem uma tranquilidade fora do comum, marca limpo sempre na bola, o próprio Wilson Mathias cresceu muito ao seu lado. O Inter buscou um grande jogador, Bollati será sem dúvida alguma titular do time pelas próximas 3 ou 4 temporadas.

Quero destacar também a atuação de Zé Roberto, mostrou muita força e velocidade e surpreendeu a todos com a qualidade na bola parada. Se deixa-lo no meio campo com a companhia de D’Alessandro, vai crescer ainda mais.

É necessário falar de Cavenaghi, o atacante participou de dois gols diretamente. Mostrou muita movimentação, mas ainda sente a falta de ritmo. Já mostrou que é um jogador de qualidade e será importante na temporada, com a volta do Sóbis não sei o que Celso vai fazer. Damião não sai, ontem em duas oportunidades que surgiram, uma ele matou. O guri está iluminado.

No mais, Nei não esteve bem tecnicamente, mas compensou na força e na raça, Kleber foi discreto, Indio e Sorondo foram muito seguros e Lauro teve uma excelente atuação (espero que continue assim).

Há não posso deixar de destacar o golaço de Oscar, um gol importante que vai dar confiança para o moleque. Este tem que ser o seu ano, é a temporada para começar a confirmar o que todos esperam dele desde os tempos de Morumbi.

Deixem Celso Roth trabalhar, o Internacional agradece.

E era isso!

Um comentário:

Igor sausmikat disse...

Felipe,vai entender um time golear com só 1 na frente e com 3 volantes hein?Juro que isso me faz ver que o futebol realmente mudou e tá cada vez mais beirando a coisas loucas darem certo que algumas coisas totalmente fato.
3 volantes e 1 só na frente e goleando...foi algo impressionante,fiquei até de cara(já q que não vi o jogo,mas a escalação vi)
Sobre Bolatti,não era a toa que Maradona confiava nele na seleção Argentina né?O Cara é bom!
abraço
Igor
meu blog: http://igoresportes.blogspot.com/ e quem tiver twitter e quiser seguir lá,pode seguir @blogdoigor05