quinta-feira, 2 de julho de 2009

MERECIDO!


Ainda estou vestido com minha camisa do Inter, pois acho que este post deve ser o mais verdadeiro possível e passar o meu sentimento de momento!

Então vamos lá:

Primeiramente: PARABÉNS ao Corinthians!
Parabéns ao time que veio a Porto Alegre, na casa do adversário e simplesmente deu um banho de bola nos primeiros 45 minutos.

Sobre o jogo falarei dele antes do seu início, antes vou reescrever aqui o meu comentário em um post do colega Felipe Cunha sobre a dúvida entre Andrezinho e Glaydson, segue:

"Na minha opinião, Andrezinho! Por uma questão muito simples, o Inter precisa de gols e o Glaydson não os faz, Andrezinho poderá fazê-los! Simples assim! Abraço!"

Portanto, sem nenhuma modéstia, eu estava certo!

Tite, eu te admiro, mas você errou! E errou feio!

Aliás Tite, você foi péssimo hoje, terrivelmente apático, como a sua equipe.

O Internacional foi em campo, o retrato do seu treinador, fora dele. Um time que não assustava o adversário, que jogava com 3 volantes e tomava bola nas costas a todo o momento, os 2 gols do Corinthians foram em jogada de linha de fundo, onde estavam meus volantes Tite??? A culpa é sua!

E pasmem! Não foi só isso. Mesmo após iniciar um jogo em que precisava de gols, com 3 volantes, mesmo depois de levar 2x0 no primeiro tempo, jogando em casa, o que o Tite fez? NADA!
Verdade, ele não fez NADA! Tite não sabia o que estava acontecendo em campo, como poderia mudar? Ele não sabia.

Mas o Inter empatou o jogo! E aqui eu pergunto: Você colorado, ficou satisfeito?
Pois eu lhe afirmo, sem medo de errar: O INTER SÓ CHEGOU AO EMPATE, PORQUE O CORINTHIANS JÁ HAVIA LARGADO O JOGO! Caso contrário, NÃO EMPATARIA!

Portanto, mesmo com erros de arbitragem em São Paulo, Dossiê e etc...Afirmo que o Corinthians ganhou na bola! Ganhou porque foi melhor! E ponto!

Agora, o Inter tem que preocupar-se em achar o rumo, pois a bola está queimando nos pés colorados...

PS: A atitude do D'Alessandro foi irresponsável, porém a melhor atitude colorada na noite!

PS(2): O William foi muito responsável ou tremeu?


Abraços!

26 comentários:

Pedro Rafael Marques disse...

Tremer para o D´Alessandro é uma bobagem sem tamanho, pois ele não precisava entrar em nenhuma briga.

Em 35 minutos de partida, o William já era campeão da competição, e tem mais um fato, ele é o capitão da equipe. Não procurem defender um jogador desequilibrado e omisso na partida de ontem.

Quanto ao Tite, não quero cair no lugar comum, ele é um treinador limitado.

Felipe Cunha disse...

Pedro.

Teu gremismo esta afetando tuas analises. D'Alessandro brigou todo tempo pela bola, como foi omisso?

Por favor...Isso sim é BOBAGEM SEM TAMANHO!

Fagner Pereira disse...

Infelizmente, nosso amigo Felipe está demasiadamente equivocado. D'Alessandro foi inresponsável. Isso sim. Não jogou nada e fez o Beira-Rio ver seu colorado afundar. O Coelho, como eu havia dito. Comparar a volta da segunda divisão do Grêmio onde os jogadores gremistas protestaram contra o Árbitro e não contra os jogadores do Nautico. Infelizmente o galinho de briga colorado foi omisso por não conseguir fazer absolutamente nada. Assim como todo o time do Inter que pouco produziu, fazendo seus gols em falhas do Corinthians. Outra coisa que me chamou a atenção foi a camisa branca, mas não vou gastar um post com isso, como havia pensado, vou falar aqui. Antes do jogo, perguntaram ao Nilmar o pq de usar a camisa branca. "!?" E para espanto, ele não sabia. Acreditem, disse ao repórter da bandeirantes que não sabia. Faltou ao Inter maturidade. Faltou a Inter deixar de ser Coelho. E sobrou experiência para Mano Menezes. Parabéns Corinthians.

Felipe Cunha disse...

Uns tem D'alessandro, outros tem Tcheco. Eu prefiro ter sempre D'Alessandro.

E Fagner, ele não afundou ninguém. Já era 30 minutos do segundo tempo e o título já estava na mão do Corinthians desde o primeiro tempo.

Acho muito, mas muito DEMAGOGÔ esta papinho de responsabilidade. Torcedor de futebol quer ver seus jogadores lutarem, brigarem, mostrar sangue nas veias.

Mas isso é normal: Quando o gremista briga é raçudo, é heróico. O Colorado é irresponsável.

Estranho né?!

Felipe Cunha disse...

E ao "responsáveis" da turma:

Por que o D'Alessandro foi expulso? Ele só partiu para cima do Willian ter expulsado ele, e antes o que ele fez?

Todo mundo empurrou todo mundo, mas o D'Alessandro tinha que ser expulso.

É uma barbaridade!

Fagner Pereira disse...

A diferença está em sair campeão. Esta é a diferença. Quando o Grêmio se envolveu em brigas e verdadeiras guerras, sagrou-se campeão. Sei que é difícil entender isso, mas ontem foi uma briguinha e não uma guerra. Heróico foi Mano Menezes que atacou e não só se defendeu como o esperado.

Felipe Cunha disse...

O Brizola. Responde minha pergunta:

Por que o D'Alessandro foi expulso? Ele só partiu para cima do Willian ter expulsado ele, e antes o que ele fez?

**************

E quando tu brigou pra sair campeão? Não adimito tu me falar de Batalha dos Aflitos! Não te rebaixa...

Fagner Pereira disse...

fala Kenny Braga dos blogs. O negócio é o seguinte. D'Alessandro foi expulso por muitos motivos. Quem está em campo para incentivar a violência está merecendo um vermelho. Assim como merecia o vermelho também o Magrão... aliás jogou? Eu só vi ele chamando para briga. Mas voltando, D'Alessandro foi expulso da mesma forma que foi expulso em diversas partidas, até de campeonato gaúcho... ou esqueceram que ele tem um histórico vasto de vermelhos por mal comportamento.
Só não me venha dizer que ele foi expulso injustamente, aí não!?

Fernando Amoretti disse...

O Inter não conseguiu seus objetivos pura e simplesmente porque ás vezes no futebol nem sempre o melhor elenco vence.

É preciso ter um time coeso e que saiba de sua responsabilidade como um todo. Erros individuais perdem um título, mas um time coletivo os ganha.

PS: Batalha dos Aflitos é heróica somente na cabeça e no coração dos tricolores, por se tratar de um fato totalmente descabido que jamais acontecerá novamente.

Ao contrário do Corinthians ontem que ganhou na bola, limpo.

Saudações...

Felipe Cunha disse...

Há para Fagner!

Tu enrolou, enrolou e não disse nada!

Repito o que fez o D'alessandro fez de diferente no momento da expulsão que os jogadores do Corinthians? O que?

Tu não pode expulsar jogador por HISTÓRICO.

Tu não responde pq nem tu, nem ninguem sabe pq ele foi expulso.

Fagner Pereira disse...

Enrolei e não disse nada!?

Então vou repetir.
"Quem está em campo para incentivar a violência está merecendo um vermelho."
Ele partiu para cima do Willian, ameaçou batar, chegou a cerras os punhos e perdeu o controle. Como disse o Pedro, D'Alessandro foi um jogador desequilibrado.

Felipe Cunha disse...

Fagner, meu bruxo.

Quando ele foi para cima do Willian cerrando os pulsos ele já havia sido expulso.

Antes disso ele discutiu e empurrou, como vários corinthianos fizeram. O árbitro no mínimo deveria ter expulsado um jogador do Corinthians junto com D'alessandro.

Pedro Rafael Marques disse...

Ao contrário do desequilibrado atleta colorado, o William é um cara formado e diferenciado no mundo do futebol. Ele tomou a atitude mais correta na partida de ontem, riu dos chiliques do apagado D´Alessandro.

Não é à toa que tornou-se capitão da equipe mais instável emocionalmente do Brasil.

Pedro Rafael Marques disse...

Felipe, é desesperador tu comentar sobre o Tcheco, sendo que ninguém está falando nele. Não use o GRÊMIO como artíficio para a tua derrota.

Eu estou analisando fatos sobre a partida de ontem, e não atacando o Internacional, com o qual sempre tive respeito nesse blog.

Felipe Cunha disse...

Para "endeusa" as libertadores dos anos 80, tu ta muito santinho.

A contradição em pessoa.

Felipe Cunha disse...

Pedro...

Vamos parar com esta historia de falta de respeito. Citar as peripécias tricolores é faltar com o respeito? Vamos para com isso...

A rivalidade esta no ar do Rio Grande, em tudo os dois influenciam um ao outro. Ou a torcida gremista não estará muito mais feliz hj no Olimpico pela frustração colorada?

O importante é debater em alto nível, com educação, como estamos fazendo. Simples assim.

Pedro Rafael Marques disse...

Os ingressos já estavam vendidos antes da derrota colorada, portanto, a felicidade já estava no ar.

Felipe Cunha disse...

Há não!

É brabo quando se termina os argumentos hein?

Pedro, em qualquer final que se preze os ingressos para as duas partidas são vendidos em pouquíssimo tempo.

Pedro Rafael Marques disse...

Então, eu devo agradecer aos corintianos pela felicidade que me proporcionaram para que eu fosse no jogo de hoje?

Lamento, mas não são as derrotas coloradas que tornam o GRÊMIO um clube grande.

Já te disse que, não assisto aos jogos de vocês para secar. Gosto de futebol, e quem merecer vencer, que vença.

Torço para o GRÊMIO, e só!

Respondo apenas por mim, e não pelos outros.

Felipe Cunha disse...

Tu não seca o Inter Pedro?

Larguei.

Pedro Rafael Marques disse...

Já te disse que não, passei dessa fase. Pergunte ao Alexandre, quem foi a primeira pessoa a ligar pra ele, após o Inter ser campeão mundial.

As minhas alegrias no futebol, não estão relacionadas às tragédias alheias.

Felipe Cunha disse...

Pedro, cordialidade sei que tu tem. Eu também tenho e sempre parabenozo os gremistas quando é necessário.

Só que acho este teu discurso de torcedor que não seca. Muito confortável.

Prefiro mais autenticidade, aliás é disso que vive a rivalidade GRENAL.

Pedro Rafael Marques disse...

Se agora tu queres determinar a forma com que eu vejo futebol, aí é o fim.

Autenticidade, não tem nada a ver com um aspecto doentio. As derrotas coloradas não são vitórias gremistas, exceto no caso de uma final entre os dois. Pois do contrário, não vou deixar de gostar de futebol, porque o Inter é campeão disso ou daquilo.

Felipe Cunha disse...

Pedro, a forma que tu quer ver futebol é escolha tua. Agora estamos em um mundo livre. E repito acho que tu te colocas em uma posição um tanto quanto "confortável".

As pessoas que leêm o que escrevo sabem que sou coloradaço! Porém eleas tb sabem que sei ver futebol sem qualquer intervenção da minha opção clubistica.

E acho que tu não tenha que deixar de gostar de futebol por causa das vitorias do Inter, e tão pouco eu pelas do Grêmio.

Só que eu e o RIO GRANDE inteiro (menos tu é claro) vivemos de rivalidade GRAÇAS A DEUS.

Isso não impede que eu enalteça as conquista tricolores, e impeça muito menos que eu SENTE O CACETE nos fiascos do mesmo tricolor. Idem os gremistas com o que aconteça com o Inter, vide o dia de hj.

Simples assim.

Pedro Rafael Marques disse...

Vivemos num mundo livre, e tu queres determinar o que sinto como uma posição confortável ou não?

Eu não vivo de rivalidade e sim das conquistas do meu clube. O mundo é muito maior que a dupla Grenal e do provincianismo desse embate.

Viva as diferenças!

Felipe Cunha disse...

Pedro,

Eu não quero determinar nada. Até acho que tu deve seguir com tua linha para não cair em contradição.

Mas novamente eu digo: Na minha opinião tu te coloca em situação confortável demais.

Realmente o mundo é muito maior, só sinto por ti que mesmo vivendo neste mundo tão grande tu não aproveite a rivalidade GRENAL, talvez a maior do mundo. Pq do Brasil, é a maior sem sombra de dúvidas.