sábado, 4 de julho de 2009

PUBLICADO PELA FOLHA DE SÃO PAULO.




1) Ambos chegaram ao momento decisivo tendo de fazer o jogo de ida dos duelos fora de casa.

2) Ambos sofreram derrota por dois gols de diferença na casa do adversário.

3) Ambos venderam antecipadamente todos os ingressos para a partida de volta.

4) Ambos sofreram dois gols no primeiro tempo do confronto decisivo, com os adversários marcando um gol de cabeça e outro com o pé.

5) Ambos reagiram no segundo tempo e conseguiram empatar a partida em 2 a 2, marcando seus gols, um de cabeça e outro com o pé.

6) Ambos marcaram o segundo gol dos empates aos 29min do segundo tempo, mas nos dois casos a reação parou por ali.

7) Ambos tiveram um jogador expulso na etapa final, D'Alessandro no Inter e Adilson no Grêmio.

8) Ambos os adversários começavam com a letra "C".

9) Ambos tinham dois argentinos defendendo a equipe, D'Alessandro e Guiñazu no Inter; Maxi López e Herrera no Grêmio.

10) Ambos saíram de campo, eliminados, sob aplauso de milhares de torcedores.

4 comentários:

Felipe Cunha disse...

Futebol gaúcho é sempre diferente. Nem melhor, nem pior, mas bem diferente do resto!

Douglas disse...

Pessoal o unico aspecto mais importante pra CBF, Globo e imprensa, é que nenhum dos titulos ficou no SUL...Preciso dizer mais alguma coisa ?

Felipe Cunha disse...

É, mas ainda pode ficar em Minas.

Fernando Amoretti disse...

Está em Minas o espírito da taça.
É só confirmar, final da Libertadores foi quinta no Olímpico.

Saudações...