quinta-feira, 3 de setembro de 2009

TÍTULO SIMBÓLICO E SAUDAÇÕES!!!


O Inter conquistou na noite desta quarta feira o título do primeiro turno do campeonato brasileiro de 2009.

Nenhuma taça nova no armário do Beira-Rio, mas algumas outras novidades precisam ser saudadas.

Apesar das dificuldades do primeiro tempo, o Inter parece ter reencontrado o rumo.

As coisas começam a dar certo, e não só os resultados são importantes, mas o rendimento da equipe mudou, e principalmente a postura.
Aquela postura tão cobrada nas finais da Copa do Brasil e Recopa, estão de volta no lado vermelho. O Inter de hoje, parece ser um time sedento pela vitória, diferente do Inter de outrora.

Mas vamos as saudações:

Fabiano Eller está jogando como se nunca tivesse saído do Beira-Rio, é o mesmo zagueiro seguro de sempre. Com ele, a defesa ficou mais encorpada. E com ele, o Inter ainda não levou gols, apenas um dado, pois é claro que levará.

Kléber! Como é bom ver um lateral com liberdade, solto em campo. Kléber vive seu melhor momento no Inter, está jogando muito. Bate na bola como poucos.

Magrão voltou ao time de maneira soberba. A garra habitual, passes certos, posicionamento correto. O homem que arredonda a bola no meio campo.

Na frente, Edu começa a mostrar faro de gol, está sempre envolvido nas jogadas ofensivas, jogador participativo e cabeceador.

Tite começa a ter de volta as opções que não tinha, seu banco começa a ficar mais forte, o grupo se fotalece!

A vitória desta noite, dá ao Inter não só o título do turno, mas dá moral! Não dá certeza de título, é verdade, mas dá certeza de que irá brigar por ele. É hora de engrenar definitivamente!

Grande Abraço a todos!...

...
...

Claro que não acabou...

Achas que não falarei dele?

Ele está de volta! Com Giuliano no time, Andrezinho assistindo de camarote, e os cornetas torcendo contra, foi preciso apenas 10 minutos para que ele decidisse a partida!

Dribles, passes precisos, gol, vontade, cabeça no lugar.

Alguém duvida da capacidade dele? Do talento dele?

Então preparem-se turminha da corneta, porque ele voltou:


ANDRÉS NICOLÁS D'ALESSANDRO!

2 comentários:

Felipe Cunha disse...

Jogaço no gigante! Como é bom ir ao Beira Rio para ver grandes jogos!

Primeiro tempo complicado, o ferrolho do Roth foi quase fatal.

Mas como falou Alexandre D'Alessandro precisou de 10 minutos para desmanchar qualquer esquema montado pelo bom treinador Celso Roth.

A caça ao Palmeiras continua! Agora bem mais de perto!

Fernando Amoretti disse...

Difícil apontar apenas um jogador, mas também é difícil não exaltar a belíssima entrada do D'Ale. Mão do treinador, tudo passa por ele, se perde ou se ganha.

Partida majestosa no Gigante.