segunda-feira, 26 de outubro de 2009

VERDE DE ESPERANÇA OU DE DECEPÇÃO?



Desde a tenra infância, ouço dizer que o verde é sinal de esperança, mas nesse Brasileirão, a cor verde está mais para decepção do que para transmitir algo esperançoso.

Quando você olha a tabela, passa a imaginar como o Palmeiras está bem, sendo que a realidade é outra. Muricy, passa por uma crise juntamente com a equipe do Parque Antartica. O clube alviverde começa a degringolar num momento em que a competição afunila, dando oportunidade para que lhe roubem a tão sonhada taça de Campeão Brasileiro. O outro time esmeraldino citado por mim, é o emergente Goiás, que fez uma grande sacada de marketing no meio da competição, e que parece estar taxado ao desastre também. Ontem, no Serra Dourada, sofreu as primeiras vaias na competição, ao empatar com o quase rebaixado Fluminense. Ao ver o time do Goiás, encontram-se grandes valores que servem a maioria dos times brasileiros, e a maior delas trata-se de Fernandão, um jogador que talvez ou juntamente com o Rogério Ceni, seja o atleta mais líder de grupo da última década nas equipes de futebol desse País. Um jogador acima de questionamentos, mas que no time do cerrado, passa por contestações da imprensa e da torcida.

Será que o verde vai virar decepção, ou pode voltar a ser uma esperança?

Um comentário:

Felipe Cunha disse...

Jogo complicado, o Goias vem em uma sequencia ruim como o Palmeiras...Dificil apostar, mas acho que chegou o momento do Goiás "morder" novamente...