sexta-feira, 20 de novembro de 2009

FIM DE CICLO


Quem acompanha o que escrevo sabe que sempre fui um crítico do meia Tcheco, não pelo seu futebol, pois inegavelmente se trata de um bom jogador, mas por sua postura anímica dentro de campo. Tcheco em momentos decisivos, salvo raríssimas exceções jamais foi um jogador decisivo ou até mesmo importante. Em grandes momentos o capitão do time, o camisa 10 gremista, a referência técnica da equipe normalmente sumia de campo, se acomodava na famosa zona morta e se tornava um mero coadjuvante.

Porém mesmo com este grave defeito, Tcheco foi submetido a algumas injustiças no Olímpico, foi marcado por não ter conseguido grandes conquistas com a camisa tricolor. O que é uma verdade, inegavelmente é uma verdade, mas não podemos esquecer que o Grêmio esta a quase uma década sem "ganhar nada", e o responsável por este jejum não se chama Tcheco. Neste período passaram diversos jogadores, porém parece que apenas o meia Tcheco carrega esta cruz.

Tcheco foi importante para o Grêmio, dono de uma bola parada refinada, de um poder de marcação que é difícil ver em outros meias, além de um grande jogador de grupo, um líder. Tcheco é um grande profissional, sempre educado ao atender a imprensa, até mesmo nas "fogueiras" o capitão Tcheco jamais se escondeu, sempre deu a cara a tapa.

A partir de agora o desafio do Grêmio é encontrar um substituto para seu ex-camisa 10, nestes 3 anos e meio Tcheco seguidamente foi criticado, mas sempre que não jogou ficou escancarado na equipe tricolor a importância dele para o time. Ou seja, se era ruim com o Tcheco, sempre foi muito pior sem o Tcheco.

Meu objetivo não é superestimar a importância de Tcheco, até por que como falei anteriormente, eu mesmo sempre fui crítico do ex-capitão gremista. Mas quero fazer justiça com o jogador, Tcheco não merece carregar uma cruz maior que cabe a ele.

Uma coisa pode se ter certeza, o Grêmio fez certo ao dispensar o jogador de futebol Tcheco, se fechou o ciclo. Já era hora de Tcheco sair, com isso o Grêmio não esta perdendo um grande jogador, mas com certeza um grande cidadão.

Uma decisão acertada, bom para o Grêmio e bom para o Tcheco.

Desejo sorte ao ex-jogador gremista.

E era isso!

3 comentários:

Fernando Amoretti disse...

O tricolor não tem no grupo pelo menos até agora, um jogador de liderança como Tcheco.

Ganha o Tcheco e perde o Grêmio.

Vai se dar bem no Corinthians com certeza.

Igor sausmikat disse...

Aliás porque o Corintians q se diz estar em crise,acaba depois de 5 minutos está tudo solucionado e tal?aposto que na megasena eles não ganham toda semana e não tem andrés sanches como o nome do ganhador.
é estranho e sempre levanto essa hipótese.
Agora engraçado tem torcedor que criticou o Tcheco a muito tempo e agora sente falta,impressionante.
Mas não sei se o Grêmio vai achar alguém estilo ele,duvido que um Hugo seria melhor ou algo assim.
Mas tem torcedor justo q vai sentir falta do Tcheco claro,não to jogando no geral.
abraços e o blog continua mto bom!

Pedro Rafael Marques disse...

Graças a Deus, esse encosto saiu do GRÊMIO.