segunda-feira, 16 de novembro de 2009

NEM TUDO ESTA PERDIDO


Depois de ter posto fora um ano importante para história colorada, o Internacional tem novamente a possibilidade de amenizar o sofrimento da sua torcida devido as frustrações do centenário. A vaga na Libertadores da América não é título, não vale taça, mas é melhor que "chupar dedo", disso ninguém tem dúvida.

Depois da ajuda do co-irmão diante do Cruzeiro no sábado e de vencer o Santos com autoridade no Beira Rio no domingo, o Inter tem no próximo fim de semana diante do Galo no Mineirão mais uma vez "o jogo do ano". Já que as finais da Copa do Brasil também levaram esta nomenclatura, mas enfim o que "passou passou" e bola pra frente.

Será um baita jogo, nervos a flor da pele, mais um vez Celso Roth terá o Internacional pela frente, enfrentamento que diga-se de passagem ele não guarda boas recordações tanto pelas derrotas em greNAIS nos tempos de Grêmio, quanto pela goleada sofrida com o Galo no Beira Rio ainda no primeiro turno. A notícia boa para Roth é que Tite não esta mais no comando colorado.

Pela projeção matemática atual a classificação para a Libertadores seria garantida com 61 pontos, mas sinceramente eu não acredito que lá na última rodada estes 61pontos irão garantir a vaga, acredito sim que 63 pontos deverão assegurar um lugar na elite da América. Ou seja, o Internacional precisa fazer mais 7 pontos em 9 disputados, um aproveitamento "ingrato". Porém depois do Galo no Mineirão, o Inter pega o Sport (já rebaixado) em Recife e na última rodada o Santo André (possivelmente também já rebaixado) no Beira Rio, então TEORICAMENTE um empate em Minas Gerais pode ser considerado um bom resultado.

Novamente Papai do Céu esta colocando o Inter nos trilhos, resta saber se o Inter vai conseguir manter o trem encarrilhado.

*********

Só para não deixar em branco: Ontem D'Alessandro jogou bem, foi um dos principais jogadores do Inter, fez até gol, e o estranho é que não vejo "ninguém" (torcida e imprensa) falar nada...Agora se ele tivesse jogado mal, não tenho dúvidas que a cornetagem estaria se deliciando...

Pois é, a vida é assim...

E era isso!

Um comentário:

Fernando Amoretti disse...

Gostei pricipalmente do primeiro tempo do Inter. No segundo caiu de produção e correu riscos.

Contra o Galo não pode se arriscar. acredito que empate é vitória desde que ganhe os outros dois jogos após o Atlético.