segunda-feira, 9 de novembro de 2009

SE NÃO PASSAR CONFIANÇA, COMPROMETE


Ao constatar que no futebol temos 11 jogadores, e sendo que 10 deles vestem a mesma roupa, e apenas um pode usar um uniforme diferente. Exige-se que ele faça a diferença, certo ou errado?

Eu não tenho nada a ver com os problemas colorados, mas sou um admirador de futebol e gosto que ele seja executado com qualidade por todos os times. Não vejo qualidades no goleiro Lauro para que possa trajar com toda a segurança, a consagrada camisa número 1 do Internacional. Com isso, não quero a execração pública do goleiro, mas o considero abaixo das aspirações do Inter. Vejamos a sua trajetória, em que time ele foi titular inquestionável? Apenas na Ponte Preta, um clube que não chega aos pés do Internacional, mas mesmo assim ele continua titularíssimo no gol colorado.

Vejo que na busca frequente por conquistas, todo clube precisa de um grande goleiro, para começar a moldar o resto da sua equipe. E no Inter, não temos um grande goleiro, e é notório.


Um comentário:

Felipe Cunha disse...

Lauro é o pior tipo de goleiro que existe, ele não é um frangueiraço, mas é um baita "enganador".

Sua trajetória é marcada por uma "falhazinha" aqui outra ali...E assim ele vai se mantendo, mas diante do Barueri foi um absurdo.

Foi um frango ao estilo ao melhor estilo Clemer, só que o bom e velho Clemer não era enganador, ele tomava uns frangaços de vez em quando, mas por outro lado cansou de levar o colorado nas costas...Coisa que o Lauro nunca fez!

Mas o que esperar de um goleiro que estava jogando no Sertãozinho...

Né Fernando Carvalho?!