terça-feira, 27 de abril de 2010

QUEM MANDA NA QUERÊNCIA???




Ao sair do Grenal 380, Felipe, Alexandre e eu nos perguntávamos: Quem será que ganhou mais clássicos na casa do adversário ?
Claro que estávamos tentando nos apegar a algo positivo depois de uma derrota que nos deixou tão ajojados que não queríamos nem saber de ver ou ouvir qualquer comentário sobre o jogo.

Eis que hoje resolvi então para afogar de uma vez por todas as mágoas que o tricolor nos impôs, pesquisar um pouco mais a fundo sobre o clássico Grenal, e consegui encher meu peito de alegria novamente.

Bueno, dos 380 Grenais até domingo passado, 219 foram disputados no Beira-Rio e Olímpico.

Mais precisamente 117 no Estádio Olímpico e 102 no Estádio Beira-Rio.

Das 102 partidas disputadas no Gigante da Beira-Rio, o tricolor venceu apenas 25 e marcou 85 gols.

E das 117 partidas disputadas no Olímpico Monumental, o colorado venceu 32 vezes marcando 123 gols.

Ou seja, o Inter fez mais festa na casa do inimigo do que o inimigo fez festa em sua casa.

E para falar um pouco de público e maior e melhor torcida do Rio Grande, segue os números:

Campeonatos Gaúchos
Beira-Rio - 30/05/1971 - Inter 1 x 1 Grêmio - Público: 85.072 *
Olímpico - 29/11/1981 - Grêmio 1 x 1 Inter - Público: 72.893

Campeonatos Brasileiros
Beira-Rio - 12/02/1989 - Inter 2 x 1 Grêmio - Público: 78.083 *
Olímpico - 09/02/1989 - Grêmio 0 x 0 Inter - Público: 71.621

Copa do Brasil
Beira-Rio - 17/11/1992 - Inter 1 x 1 Grêmio - Público: 76.207 *
Olímpico - 06/11/1992 - Grêmio 1 x 1 Inter - Público: 55.425

* Público maior em todas as competições, comparação Olímpico e Beira-Rio.

Resumão: Dos 380 Grenais disputados até e escrita deste post:

120 vitórias tricolores
143 vitórias coloradas
117 empates
501 gols marcados pelo Grêmio
541 gols marcados pelo Inter

A maior goleada da era onde todo mundo sabia o que era futebol foi em 17 de setembro de 1948 em solo tricolor. O Rolo Compressor aplicou 7 x 0 no co-irmão.

Teve também aquele Grenal dos 10 x 0 pro Grêmio quando se jogava futebol com o bucho de boi, as goleiras eram feitas com tijolo no chão e se amarrava cachorro com linguiça.

Acredito que contra números não há muito o que contestar, mas desde já o post fica aberto a comentários, reclamações e choradeiras, já que no Rio Grande do Sul, desde que o mundo é mundo quem manda é o Sport Clube Internacional.

Saudações...

2 comentários:

Felipe Cunha disse...

Boa hora para o Nelson argumentar alguma coisa.

Felipe Cunha disse...

Mais um para nossa conta.