sexta-feira, 27 de agosto de 2010

EM TEMPOS DE CELSO ROTH, FELIPÃO É PASSADO...SERÁ?


Mesmo duvidando um pouco, até acredito que Felipão com o tempo possa dar jeito no Palmeiras, mas de uma coisa eu tenho certeza, o Palmeiras de Luiz Felipe se aparecer será em 2011. Posso estar enganado, mas dificilmente o Verdão será regular em 2010.

E vamos e viemos, um treinador que custa aos cofres do clube a bagatela de algo em torno de 1 milhão de reais por mês não pode nem sonhar em perder para o Atlético-GO em casa, muito menos ser goleado como foi. Fiasco total!

Fui um entre os milhares de colorados que desejaram Felipão no Beira-Rio, o nome dele entre os torcedores do Inter era quase que unanimidade, mas como diz o ditado: Toda unanimidade é burra! Graças a Deus Celso Roth desembarcou no Gigante da Beira-Rio. Quem diria hein?!

O Palmeiras pagou para ver e se deu mal. Quem paga um salário milionário para um treinador, não quer resultados para daqui um ano, ele quer resultados para ontem! E tem todo o direito de exigir isso, caso contrário poderia contratar um outro técnico qualquer. O que Felipão apresentou até agora, ou seja NADA, qualquer treinador poderia estar fazendo.

Luiz Felipe voltou ao Brasil depois de quase 10 anos no exterior, e esqueceu de trazer junto com ele uma das suas principais virtudes: A humildade. O treinador voltou ao seu país com o "rei na barriga", prepotente e arrogante.

Acho que o Sr. Scolari esqueceu junto com a humildade, o hábito de acompanhar as mudanças do futebol, parece que parou no tempo.

Sempre gostei do Felipão, acho ele um baita treineiro, mas será que ele é ainda, ou já foi um grande treinador?

O tempo vai responder...

E era isso!

Um comentário:

Fernando Amoretti disse...

Sou daqueles que acredita que treinador também deve encerrar a carreira como os jogadores.
Quando da possibilidade de treinar o Inter, afirmei sem medo que Luiz Felipe Scolari não valia 1 milhão, pela falta de profissionalismo e pela falta de títulos.

Treinador bom é o que ganha títulos. A última conquista de Felipão foi em 2002, 8 anos atrás, na Copa mais fácil do mundo.

Felipão se acabou quando tentou treinar o Chelsea.