sábado, 28 de agosto de 2010

QUARTETO FANTÁSTICO



A saída de Taison para "tradicional" futebol ucraniano não deixa saudade.
Taison foi de fenômeno a jogador mediano num período curto de apenas 1 ano e meio. Foi importante e decisivo em muitos momentos, mas prejudicou o time em muitos outros.
Volto a dizer que não deixará saudades porque o Inter é um clube precavido. Não dá ponto sem nó. Sai Taison e imediatamente quem assume sua vaga é ninguém menos que Rafael Sóbis. Para seu companheiro de ataque, um dos melhores centroavantes do Brasil: Alecsandro. Existe ainda a opção de Leandro Damião, Marquinhos e quem sabe até o recém contratado Ilan.
Da estrutura campeã da Libertadores, pouco se modificou. A perda mais sentida será com certeza a de Sandro. Não sei se Wilson Mathias é capaz de jogar tanto quanto o melhor volante brasileiro em atividade.

Temos então:
Renan, Nei, Bolívar, Índio, Kléber, Wilson Mathias, Guiñazu, Tinga, D'Alessandro, Rafael Sóbis e Alecsandro.
Um time sólido, coeso, organizado e orquestrado por ninguém menos competente que Celso Roth, que afirmou durante várias vezes sem mencionar o nome do time da Azenha que os azuis não quiseram ser campeões da América com ele e perderam a oportunidade.

Escalei o time neste post, porque me deixou bastante irritado um comentário que assisti essa semana no Jogo Aberto RS. Fabiano Baldasso teve a cara de pau de dizer que o melhor quarteto de frente do Brasil é: Douglas, Souza, Jonas e Borges.

Não quero comparar qualidade técnica, beleza ou preferência sexual. Só quero saber o que esses 4 ganharam em 2010 ? GAUCHÃO.

Vão de mal a pior no Brasileiro, eliminados na Copa do Brasil, fiasco na Sulamericana.

O que dizer então do quarteto campeão da América, Tinga, D'Alessandro, Sóbis e Alecsandro ???

Posso estar sendo muito colorado, mas o que dizer então do quarteto do Fluminense, do Corinthians e do Santos ????

Por favor tricolores, respondam meu post.
Mas por favor não acordem nunca desse pesadelo.

Saudações...

Um comentário:

Felipe Cunha disse...

Muricy ensina: O PAPEL ACEITA TUDO!

O Grêmio destes 4, tem dois realmente bons: Souza e Borges.

Jonas na fumaça some.

Douglas é muito enganador, desde a época do Corinthians.