quinta-feira, 14 de maio de 2009

Ficou tudo para o Gigante!


Bom resultado. Ainda que perigoso para o jogo de volta no Beira Rio o 0 X 0 ficou de bom tamanho para o Internacional, até porque a pressão rubro-negra foi grande dentro do Maracanã. Vi e ouvi muitas críticas ao Inter pela atuação contra o Flamengo, concordo em partes com a maioria, mas as pessoas esquecem que enfrentar o Flamengo diante de 50 mil torcedores dentro do Maracanã em jogo de mata-mata é extremamente difícil, eu diria até que a derrota é quase que certa.

Sim, eu concordo que o Inter poderia ter jogado mais, tocado mais bola no campo adversário, ameaçado mais o bom goleiro Bruno. Isso daria mais descanso a defesa colorada, porém do meio para trás a equipe Gaúcha esteve impecável, Lauro fez uma das maiores defesas dos últimos anos, Guinazu foi um monstro em campo, Indio e Sandro foram estupendos mais uma vez, e por ai vai...

Mas dois jogadores decepcionaram profundamente a nação colorada: D'Alessandro e Taison não jogaram absolutamente nada. O Taison tem a desculpa da lesão no quadril, apesar que na minha opinião a má atuação do artilheiro colorado na temporada não passou por problemas físicos, mas sim pela falta de experiência. O guri sentiu a pressão do "Maráca"!

E o D'Ale? Achei que o argentino se submeteu a marcação e ao contrário de outras vezes não se indignou em campo. E uma coisa eu já constatei em Andrés D'Alessandro: Para ele "esmirilhar" precisa estar bravo! Quando ele fica "invocado" com os marcadores ou com o juiz, ele é capaz de resolver um jogo sozinho, podem ter certeza! Mas de qualquer forma ele esta devendo, e a torcida vermelha deposita muita confiança neste jogador. Mas algo me diz que na próxima quarta teremos "show de tango" em Porto Alegre.

Enfim, a decisão ficou para o Gigante. E digo sem medo que dentro do Beiro Rio, o Internacional é quase que imbatível, ainda mais em decisões. O Flamengo perdeu a oportunidade de vir para Porto Alegre com maior tranquilidade, deixou de vencer em casa, e jogar aqui sem vantagem é praticamente fatal. Podem anotar, o "mengão" vai bailar!

7 comentários:

Fernando Amoretti disse...

O Flamengo perdeu sua chance de obter alguma vantagem nas quartas-de-final da Copa do Brasil.

O Inter não joga quando D'Ale não joga, isso é perigoso, pois um time que quer ser campeão não pode contar com as jogadas e desempenho de apenas um jogador. Claro que o Inter tem outros valores mas depende muito de D'Ale.

Aqui no Gigante o Inter é praticamente imbatível, acho muito difícil o Flamengo impor a pressão vista ontem no Maracanã, aqui é diferente.

Dá-lhe Colorado.

Felipe Cunha disse...

Como costuma dizer o grande Fernando Carvalho: O GIGANTE VAI RUGIR!

Fernando: Valeu pela participação!

Guilherme Rezende disse...

Cara, que joguinho nervoso.
Só vou tecer comentários por aqui pois vão ser escritos, pq se tivesse que falar já era, não tenho voz.
1º Fiquei muito decepcionado com o D'Alesandro. O cara perdia todas pra marcação, parecia totalmente sem animo. O coitado do Nilmar bem que tentou, mas tava muito sozinho na frente, e vou dizer, é muito rápido esse guri, mas tudo bem, acredito que a estratégia era essa mesmo, jogar no contra-ataque, e ai no segundo tempo senti falta de mais chutes de longe, que pelo menos do angulo que eu assisti, das cadeiras, pareciam uma boa ideia. Mas eu queria mesmo é ter visto pela primeira vez ao vivo esse Taison jogar... não jogou. Fica pra próxima. E o Guinazu, que já era meu ídolo, agora é meu herói. Vai ter raça assim lá no Beira Rio.
2º tu tem toda razão. O Maraca tava f*. Já tinha ido a jogos contra o Flu e Botafogo (fora o da seleção com aquela torcidinha água-e-sal de sempre), mas nenhuma faz o barulho que a do Fla faz. PQP!

Agora que se concretize o grito de provocação da torcida colorada ao final do jogo: P*ta q p*riu, o Flamengo vai morrer no Beira Rio!!!
Tomara!

Abraço

PS: as fotos ficaram todas ruins, mas depois eu mando pra conhecimento.

Felipe Cunha disse...

Primeiro lugar: QUE INVEJA! Deve ser muito fera assistir o colorado na Maráca...No Morumbi eu já tive o prazer...

Guilherme, eu desconhecia esse seu talento para falar de futebol. Parabéns, muito coerente.

Sobre o jogo: Realmente ficou a preocupação de não agredirmos mais, mas por outro lado fica a satisfação de arrancar o empate do Mengão dentro do Maracanã. São 180 min, nos primeiros 90 o Flamengo deveria ter matado, não matou...Agora possivelmente será morto! Mas deixo claro que será um "jogaço", e o Inter vai ter que mostrar ao Brasil que realmente tem força.

Anônimo disse...

Meus amigos Colorados, agora é minha vez.
É inegável, que quando D'Alessandro esta jogando o Internacional depende de um bom desempenho deste atleta para qualificar suas jogadas de ataque. Temos com isso, a ilusão de que se ele não jogar o time não funciona.
Como eu disse, ilusão. Devemos sim, em um jogo como o de ontem, salientar outras qualidades do time colorado, tais como a qualidade do grupo, e principalmente a capacidade de leitura e adaptação ao terreno de jogo, e a proposta de jogo do adversário.
Eu, particularmente, não lembro de um "apagão" ou alguma falha generalizada do sistema defensivo. Ponto pro Inter!...E com a entrada de atletas de características diferentes dos que iniciaram o jogo, os contra-ataques aconteceram...ponto pro Tite.
Portanto, devemos acreditar no Internacional, o encanto ainda não acabou. O time ainda é candidato aos títulos que disputará este ano. Então amigos colorados devemos acreditar em nossos critérios de discernimento, e pararmos de dar ensejo aos recalcados de plantão.
Abraço...voltaremos

Felipe Cunha disse...

Meu amigo ANÔNIMO:

Concordo com tudo que disseste!

E outra, esta claro que estão querendo inventar uma "crise" no Beira Rio!

Pedro Rafael Marques disse...

Amigos colorados, vamos parar com a história de crise que o centro do País quer instaurar no Inter ou coisa do gênero. Todos os programas esportivos do resto do Brasil, apontam o elenco colorado como favorito, e só não enxerga quem não quer, que o Inter fez dois jogos aquém de sua capacidade tanto no final de semana passado, quanto no Maracanã.

Sou gremista e afirmo, que corroboro com a opinião nacional, em que aponta o Inter como melhor equipe nacional no momento, mas a crise de bairrismo não pode nos acometer. O futebol gaúcho sempre prosperou com a garra de seus jogadores e apoio de seus torcedores. Portanto, torcedor colorado faça o seu papel na quarta-feira, que não tem ninguém que possa tirar a classificação do Inter. Boa sorte!