terça-feira, 12 de maio de 2009

A Libertadores 2009 está manchada!


A saída política dos clubes mexicanos da Libertadores 2009 sem sombra de dúvidas manchou a competição. No final aquele que se sagrar o novo dono da América terá de lambuja um asterísco(*) lembrando que esta edição teve "mexe" da Conmebol. A confederação sulamericana não precisava agir desta maneira.

Eu queria ver se houvesse uma outra epidemia qualquer aqui no Brasil se a decisão seria a mesma. Claro que não! A Conmebol não teria "culhão" para intimidar os Brasileiros. Se aproveitou da pouca força política dos Mexicanos, que já são meio "café com leite" na Libertadores, até porque se forem campeões não vão ao Mundial. Ora bolas, então porque eles são convidados a participar? Só por política? Isso é uma falta de respeito com o torcedor...

Voltando a epidemia. A situação já esta controlada no México, ou seja, deveria haver os jogos normalmente. Esta decisão da Conmebol dá margem por exemplo ao adversário do Grêmio amanhã, e se os peruanos alegassem que não viriam a Porto Alegre porque já existe um caso da gripe suína no Rio Grande? Como fica? Pelo critério usado pela confederação eles tem sim este direito.

A Conmebol tem que tomar uma atitude urgente para voltar a fortalecer a Libertadores da América nas próximas edições, se continuar nessa linha a Libertadores vai falir, na verdade já esta falindo. É preciso mais vagas para os países mais fortes, Brasil, Argentina e Uruguai precisam ter mais clubes em busca da América. A Libertadores é para os grandes, e não para Boiaca's e Aurora's da vida. NÃO SOU CONTRA que os países de menor expressão no futebol tenham vagas, mas SOU CONTRA que equipes inespressivas disputem a competição no lugar de equipes muito mais tradicionais. Dois exemplos: A quanto tempo Idependiente (ARG) e Peñarol (URU) não disputam a competição? Só esta duas equipes juntas (pasmem) possuem 12 títulos da Libertadores, isso mesmo 12! São 5 do Peñarol e 7 do Independiente.
E ai irão me dizer: - Há mas isso é apenas "história", hoje em dia estas equipes são fracas.
E eu respondo com outra pergunta: São mais fracas que Boiacá e Aurora?

3 comentários:

Fernando Amoretti disse...

Felipe, questão muito bem abordada pelo blog pois o que eu escuto nos meios de comunicação é que a Conmebol sempre foi assim: "mexe" daqui, cagada dali, sempre beneficiando e prejudicando muitas vezes sem querer exatamente pela falta de competência.

A única explicação que vejo para esses times inexpressivos como Chicó, Aurora, San Martín, Cuenca, times fracos que vi jogar estarem na Libertadores é que a Conmebol pune o melhor futebol do mundo, que é jogado no Brasil.
Será que esses times mencionados obteram a vaga passando pelo calvário que é um "Brasileirão" ?

Acho que não.

Conmebol se liga ...

Felipe Cunha disse...

Fernando..

Onde eu assino?

Pedro Rafael Marques disse...

Felipe, a Libertadores é um torneio que existia antigamente, em épocas onde clubes como Once Caldas, LDU entre outros, não conseguiriam alcançá-la sob hipótese alguma.