quinta-feira, 24 de setembro de 2009

REVIEW PES 2010





Primeiramente ganhei 5 dos 8 e não sofri nenhum gol. O computador melhorou o “sem bola” mas continua previsível com ela nos pés, pra quem sabe marcar em WE é MUITO fácil parar o computador, chega até a ser engraçado. Vamos aos tópicos:

GRÁFICOS
Maravilhosos. Ponto para ambientação do estádio (tios da câmera, câmeras e microfones) e uma leve melhoria da torcida (passou de papelão 2d pra papelão 3d). As faces e animações são soberbas, mas gostaria muito q as entradas e comemorações (de campeonato) não fossem sempre as mesmas pq depois da primeira vez da é desgosto de olhar e todo mundo aperta start até doer pra passar aquilo tudo. De resto tudo está bem “vivo” em campo, inclusive a iluminação, q incide sobre os jogadores com mais vivacidade e realidade, sem aquela sensação de EVERYBODY OPACO.
Uma falha na animação que não curti foi o posicionamento pra falta. Preferia o tipo miss (mão na cintura) que o Troll ofegante que tem agora, parece que o player vai dar uma martelada em alguém, fica até meio arqueado.
E finalmente, GOLEIROS NÃO TEM MAIS LUVAS DE LIXEIRO!!! Agora são luvas de ciclista, bem justinhas e aparentemente feitas com material de maiô de nadador.
SONS
Ambientalmente, mais do mesmo. Torcida sem personalidade (ela vai cantar do mesmo jeito no mesmo loop se seu time leva pressão ou aplica uma goleada) e sons monofônicos extraídos de partidas de tênis. Mas som em PES nunca foi um ponto forte, mantém a “tradição”.
JOGABILIDADE A mudança mais drástica é o delay proposital. Aliado a diminuição do ritmo do jogo é uma ducha de água fria pra quem jogava com rapidez como eu. A dificuldade é até prazerosa se contar q ficou mesmo mais real.
Um aspecto interessante (pq não conclui ainda se eh ruim ou bom) é que ficou bem mais difícil chutar de fora da área, pois do aperto de botão, ao chute em si, toda a defesa já caiu em cima de vc.
Um aspecto realmente horrível eh q vc nunca vai pegar um rebote na área, pq já não pegava antes, agora com tempo de reação 0,0s da IA + delay passou pra nunca eterno.
A física da bola é um show a parte, isso todo mundo percebeu só de rolar a bola pro lado, dispensa comentários.
Tiraram a profundidade do :triang: pode socar o dedo no botão q geralmente vai sair um passe curtíssimo, uq é meio brochante pra quem as utilizava d+ para jogadas de linha de fundo. A mudança acrescentou uma pseudo-dificuldade, visto que ainda é facil correr pra linha de fundo pra cruzar (na verdade é muito mais fácil, visto que não tem mais o “efeito-adesivo” do marcador).
O mesmo para o velho “toque e passa”. Não tem mais aquele negocio de toque rápido e correria frenética; quase nunca o jogador q vem de trás depois de tocar pra receber ultrapassa a linha da zaga, é ai que entra uma grande melhoria;
A improvisação. Do 09 pra traz a improvisação da IA é quase nula. Neste 2010 fatos inesperados (uma bola espirrada curta, ou uma correria adversaria diferente ou uma dividida) são melhor processados pela IA, o que anula e muito a possibilidade de lances bizarros e dificulta as brechas na jogabilidade (leia-se MANHAS)
Goleiros ainda cometem bizarrices. Ao menos agora rebatem para todos os lados. Uma coisa meio persistente nos jogos de futebol em geral é o “efeito bambu” do goleiro. Na maioria dos chutes a gol o goleiro simplesmente “cai” (leia-se despenca) pro lado com as mãos esticadas feito bambu verde. Uma coisa q gostaria de dizer pessoalmente pra KONAMI é o seguinte:
“Goleiro sempre da um passo e pega impulso porra!!!!!!”
Passes de cabeça no 09 eram medonhos. Escorar uma bola pro lado ocasionava em 80% dos casos q o jogador q receberia perdesse o tempo e passasse da linha da bola. Esse aspecto melhorou muito, com os jogadores se posicionando ANTES da bola ser cabeceada, e não depois.
Acabaram duas coisas ridículas do 09, o FREEZY TIME, q consistia nos jogadores baterem faltas ou pênaltis e ficarem “congelados” por uns 2 segundos antes de reagir e o LATERAL SLOWMOTION em que o jogador que ia bater o lateral fazia movimentos beeeeemm lentos pra mudar de alvo (aquilo me irritava D+).
É MUITO fácil se antecipar aos zagueiros para cabecear, não sei se é lentidão da IA ou o simples fato de os jogadores não se “grudarem” como na versão anterior, interagindo livremente. (havia uma proposta da engine de q se dois jogadores se encontravam no mesmo lance, uma nova série de interações automáticas se iniciava, geralmente repetitivas, agora os players fluem com mais liberdade, mesmo estando na mesma jogada.)
TÁTICAS
Vou ser sincero que não tenho muito o que comentar pois não me aprofundei, usei sempre a tática original dos times. Quanto ao comportamento tático percebi que os players fazem tudo com muito cautela, tentando respeitar as características de posicionamento (até excessivamente) mas isso não impede alguns lampejos de criatividade em termos de posicionamento.
CONCLUSÃO
No fim das contas temos uma grande evolução, em q trabalharam realmente em cima de bugs “clássicos” concertando-os ou ao menos maquiando-os. Mas como o cobertor ainda não é tão grande, cobriu a cabeça e descobriu os pés, aparecendo novos pqnos bugs q no fim das contas não comprometem a diversão de jogar PES10.
Uma nota 9.2, com louvor.
Review Retirado de: http://www.pesbrasil.org/comunidade/Topico-PES-2010-Demo-Review-por-Tony

6 comentários:

Felipe Cunha disse...

Baixei a Demo ontem, realmente melhorou muito em relação ao 2009.

Mas o FIFA ainda segue sendo superior.

Na minha opinião...

Fernando Amoretti disse...

Quais as principais diferenças Felipe?

Tu tah no Twitter ?

Felipe Cunha disse...

Os gráficos e a jogabilidade melhoraram, porém ainda segue com movimentos repetidos...

Definitivamente não tem a realidade do FIFA.

Felipe Cunha disse...

Esqueci...

Nem sei mexer no twiter...hehehe!

Felipe Cunha disse...

Fernando...

Parabéns pelo 100º post!

;o)

Fernando Amoretti disse...

Vlw...
nem tinha me ligado.