quinta-feira, 29 de outubro de 2009

NÃO EXISTEM INJUSTIÇAS NO MUNDO DA BOLA


Aprendi na minha vida que é difícil achar um conceito de injustiça no futebol, particularmente nos últimos tempos eu venho chegando a conclusão que não existe injustiças no esporte bretão, acredito em merecimento. As vezes você merece, mas não consegue o objetivo por um ou outro motivo, o que não se caracteriza injustiça.

O Internacional não mereceu perder para o São Paulo, merecia vencer pelo futebol demonstrado em campo. Porém a vitória são paulina foi justa por um simples motivo: Ganha quem coloca a bola dentro da casinha e fim de papo.

Se a equipe conseguiu colocar o "caroço no filó" mais vezes que o adversário, não há como afirmar que a vitória foi injusta. O São Paulo não mereceu a vitória, mas justificou os 3 pontos através de Washington que fez aquilo de mais importante no futebol: O gol! Não interessa quem merece, interessa quem conquista, simples assim.

Pois bem, o jogo entre São Paulo e Inter ilustra bem esta questão. O Internacional não foi melhor que o São Paulo, o Internacional foi extremamente melhor que o São Paulo, o colorado literalmente deu um "rodião" no tricolor paulista dentro do Morumbi. Mas então foi injusto o resultado? Não, o São Paulo "achou" um gol e por isso mereceu a vitória.

O gosto desta derrota é muito amargo, fica um sabor de que não era para ser assim, de que o Inter poderia ter uma sorte melhor.

Antes do jogo não acreditava no título, agora menos ainda. Mesmo que ainda a matemática permita e não seja algo impossível, não dá para acreditar que o Inter terá um sequência de vitórias, justamente por que até agora não fez isso. Porém acredito muito na classificação para Libertadores América, o Internacional saiu do G4 em apenas uma rodada, e mesmo agora com a derrota continua lá, por isso acredito que o colorado será sim um dos 4 primeiros colocados no fim da competição.

Sobre o jogo...

Me surpreendi positivamente com Mário Sérgio, colocou em campo uma escalação ousada, montou um time para vencer, e devido aos "crimes do futebol" perdeu o jogo. O único erro do "Vesgo" até agora é a insistência com Taison, não dá para entender, não sai mais nada dos pés deste jogador. E da mesma forma que tenho pavor do Robinho, peguei "nojinho" do Taison. Um jogador que não decide nada!

Sempre que Marquinhos entra agrega muito mais ao time que Taison, por que não dar sequência ao garoto?

De resto, quase toda a equipe foi bem, em especial D'Alessandro que foi o destaque do jogo juntamente com o goleiro Bosco. O camisa 10 colorado teve a bola do jogo nos pés e por infelicidade não marcou o gol. O centroavante Alecsandro foi a exceção negativa, jogou muito mal, o que absolve o artilheiro do Inter é que ele não recebeu nenhuma bola em condições de gol.

Domingo a vitória sobre o Fogão é fundamental!

E era isso!

5 comentários:

Fagner Pereira disse...

O Inter foi marcado. Bem marcado. O São Paulo fez o que precisava. Não encantou, não teve classe, deu chutão e saiu vencedor. Mas não que isso seja o certo, mas foi o mais adequado. Meritos do time paulista que dormiu na liderança ontem, mas acho que hoje não permanece.
Faltou ao Inter sorte para alguém colocar o pé em diversas bolas e sobretudo, faltou mais paciência para abrir espaços sem afobação. Achei o Inter afoito para matar o jogo.

Abraçoos

Felipe Cunha disse...

Na verdade falta qualidade também, falta um atacante que decida...Que teoricamente seria o peladeiro do Taison.

gabrielagoas disse...

É nota zero pro Taison ontem...
O Alecsandro menos dois pq vem caindo de produção, já que o Taison tá ruim faz tempo.

gostei do mário sérgio ontem, do kléber, do D'Ale, no meio só o Giuliano que pipocou de novo eu acho...ficou igual ao Sandro depois que voltou da seleção, ainda não entrou esquema parece...

Felipe Cunha disse...

Giuliano e Sandro jogaram bem na minha opinião.

Fernando Amoretti disse...

O jogo foi digno de decisão de campeonato. O Inter fez a melhor apresentação com Mário Sérgio, mas a vitória não veio. O título continua tão distante quanto antes da partida. O São Paulo não acumulou vitórias e não vai acumular, nem o Galo. Então se o Palmeiras vencer hoje começa tudo de novo.