sexta-feira, 15 de julho de 2011

DECEPCIONANTE!!!


Mais uma vez o Internacional decepciona seu torcedor, ao entregar de "bandeja" uma vitória ao já arqui-rival Corinthians. Tudo bem que o jogo era nos domínios do adversário, que o mesmo era o líder do campeonato. Mas, o time paulista não passa de um time esforçado. O próprio Tite admitiu isso ao salientar que era importante aproveitar esse momento, para que não precisasse de pontos mais tarde.

O que mais me decepcionou nesse jogo foi a falta de contundência da equipe. O Internacional, na maior parte do jogo, mostrou-se: desmotivado, sonolento e sem ambição na partida. Na hora, em que a vitória se oferecia, o time pecava. Que o diga Leandro Damião, e principalmente Zé Roberto. Talvez, a pior partida dele com a camisa colorada.

Porém, ao contrário do que pensa a maioria, essa falta de contundência e ambição passa também pelo trabalho do treinador. O Internacional manteve o controle do jogo na maior parte do tempo, não conseguindo aproveitar as chances criadas, o time simplesmente não definia. E, quase que num golpe de sorte - a bola vem da direita, que é uma "novidade", e encontra dois jogadores do Corinthians desmarcados. Uma sequência de falhas individuais que resultou na segunda derrota consecutiva do Inter nesse campeonato.

Não quero hoje falar do técnico, nesse momento seria até covardia colocar a culpa nele. Porém, ele mexeu mal ao substituir Bolatti. O Glaydson é um cara esforçado, que comunmente dá conta do recado. Mas, tirar um jogador que mesmo sem muita participação cotríbuia com o setor defensivo, principalmente na ocupação dos espaços. E, colocar um cara frio, com o time sendo atacado justamente pelo lado onde era guarnecido pelo argentino, putz! Digamos então que foi muita "falta de sorte" de Falcão.

Passado isso, temos que seguir em frente. E, se quisermos alguma coisa nesse brasileiro, que a vitória venha no próximo domingo. Uma vitória consistente bastará para o time se restabelecer na competição, e continuar brigando de vez pela parte de cima da tabela. Ou desiste logo, e vamos jogar campeonatos do tipo Copa Audi, que é esse o interesse da direção.

Fui!

P.S. O que realmente me decepciona, é vir aqui e escrever sempre das mesmas coisas. E, apontar os mesmos motivos para o insucesso.

3 comentários:

Joseph disse...

Pelo que tenho lido, o sr. Paulo Roberto Falcão é muito aplaudido e enaltecido nas poucas vitórias que conseguiu e muito pouco(ou quase nada) nas derrotas. No post sobre a vitória diante do inexistente Atlético-MG, foi tratado como o bola-bola. Já no post "De a César o que é de César", mais me parece uma ode do que uma crônica.
E agora, muito cuidado ao falar deste profissional da imprensa se aventurando pelos gramados. Quando o Inter ganha, é Falcão, o bola-bola, quando perde, se pisa em ovos.
PS: Belo blog, nível altíssimo de seus cronistas, parabéns!

Felipe Cunha disse...

Com todo respeito ao colega de blog, mas discordo em boa parte do post.

O Internacional perdeu para um time que é BEM MAIS que esforçado. Além disso o Inter que se entregou muito durante todo o jogo, em nenhum momento o time foi "sonolento".

A derrota passou longe do treinador, Falcão escalou o que tinha de melhor. E só substituiu Bolatti pq o argentino estava desgastado com o ritmo alucinante do jogo. Um treinador proecisa de banco...

O Internacional pelo que jogou NÃO MERECIA ter perdido este jogo. Mas perdeu.

Perdeu pq tem alguns defeitos de ordem técnica. E o maior defeito colorado são os volantes. Guinazu e Bolatti são bons jogadores, mas jamais, em nenhuma circunstancia passam da linha da bola, ou seja, não existe fator surpresa. Basta marcar D'Ale e Oscar que praticamente toda a criação colorada inexiste.

Para confirmar isso, basta ver o comportamento dos volantes corinthianos, Ralf e Paulinho chegam com muita força ao ataque.

Fora isso, o Inter precisa de um atacante para ser parceiro de Damião, o Zé é meia e esta apenas quebrando galho na frente.O Internacional precisa de reforços com urgencia!

PS: Agradecemos os elogios Joseph, continue nos visitando.

Um abraço!

Felipe Faria disse...

A minha decepção meu caro! Esta no resultado que já era para estar favorável ao Inter, antes mesmo do gol do Corinthians. Simplesmente prq o time não soube agredir.